'REI' DO WHATSAPP

Sincerão, Batoré vira celebridade na internet com desabafos e xingamentos

REPRODUÇÃO/SBT

Batoré em entrevista ao The Noite, em 2017; humorista viralizou ao apoiar greve dos caminhoneiros - REPRODUÇÃO/SBT

Batoré em entrevista ao The Noite, em 2017; humorista viralizou ao apoiar greve dos caminhoneiros

GABRIEL PERLINE - Publicado em 30/05/2018, às 06h00

Ivan Gomes, conhecido por interpretar o personagem Batoré em A Praça É Nossa, virou celebridade da internet nesta semana após publicar um vídeo em que solta os cachorros em cima dos políticos e xinga até sua ex-colega de SBT Rachel Sheherazade, a quem chama de "cheiradinha". Publicado no WhatsApp, o vídeo viralizou e foi parar no YouTube, onde foi visto 1,6 milhão de vezes em menos de 24 horas.

Batoré faz um discurso inflamado enquanto dirige seu carro _ou seja, comete infração no trânsito. Ele diz apoiar a greve dos caminhoneiros, é extremamente agressivo com o presidente Michel Temer e declara voto em Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais deste ano.

"Não fiz este vídeo para ficar famoso, porque já sou. Fiz por ser pai, por ver que essa criançada, essa juventude não está preocupada com a política, com o país. Eu quero que o meu filho tenha um Brasil melhor. São eles [os jovens] que vão mandar neste país. Só que olha a renovação política que tem hoje. São os filhos desses crápulas que já estão no poder que estão entrando para a política", diz ao Notícias da TV.

Após o vídeo pulverizar nas correntes de WhatsApp, acabou publicado em um canal do YouTube, e provocou reações instantâneas. A maior parte dos quase 8 mil comentários é favorável à opinião do humorista, que xinga o presidente Michel Temer de diversos palavrões, desde corrupto a termos de baixo calão. "O povo não aguenta mais vagabundo mandando neste país", grita no vídeo.

Nos comentários, há pedidos para que Batoré se lance candidato. E ele pensa seriamente em atender ao pedido de seus novos seguidores.

"Não gravei esse vídeo por este motivo, eu te juro. Não estou fazendo campanha de nada. Mas ainda não decidi se me candidato ou não, porque eu havia conversado com os meus filhos e eles não queriam. Meus filhos estão resistindo porque viram que eu sofri muito, e eles também sofreram. Mas eu vou ter outra conversa com eles, não vou decidir nada ainda. Mas tenho o desejo, sim", comenta.

O receio de Batoré em voltar à política vem de sua perda de cargo de vereador de Mauá (SP). Ele havia sido reeleito em 2012, mas mudou de partido e acabou destituído após a Justiça Eleitoral classificar a manobra como infidelidade partidária.

Batoré interpretou Queiroz na novela Velho Chico, da Globo (Foto: Cesar Alves/TV Globo)

"Talvez eu me candidate a deputado federal. Sou afiliado ao PTB. E tenho o convite, feito pelo próprio Campos Machado [secretário-nacional do partido]. Mas eu me filiei dentro do prazo por garantia caso eu decida ser candidato, caso eu consiga convencer meus filhos", explica.

Com sua possível candidatura, ele não teme ficar sem trabalhos na TV.

"Não posso ficar à mercê das emissoras. Até porque elas não dependem de mim, mas eu dependo do meu trabalho. Eu tenho que me vestir, comer. Já começo o meu mês devendo uma grana e não tenho salário fixo, e não posso ficar esperando. E não tem nenhum convite até agora. Fiz Velho Chico [2016], adoraria fazer outra novela, mas até agora não me chamaram. Não posso esperar a vida inteira", desabafa.

Metralhadora
Batoré também atacou Rachel Sheherazade porque a jornalista publicou um vídeo em seu canal no YouTube mostrando-se contrária à paralisação dos caminhoneiros, deixando o humorista indignado.

"Ela não vale nada para mim. Sei que isso não vai acrescentar em nada na vida dela. Ela chamou a paralisação de indecente, imoral. Isso não é um comentário de uma pessoa sã. Então eu fiz um trocadilho com o sobrenome dela. A atitude dela é de quem cheirou ou fumou maconha estragada. Não estou falando que ela fez isso, veja bem (risos). Ela não foi brasileira ali. Ela, como jornalista, é muito mais bem informada do que eu e ela bem sabe que o país está nas mãos de bandidos", diz.

Embora Batoré discorde da jornalista, ele diz que a admirava antes, sobretudo quando manifestava opiniões parecidas com as suas.

"Eu já vi alguns comentários sobre outras situações que eu concordei, como quando ela criticava o PT. Acho ela corajosa, mas é desorientada. Para falar o que ela fala, não basta ser corajoso. Você tem que se garantir e ter muita consciência", avalia.

Procurada, Rachel Sheherazade optou por não comentar as declarações de Batoré.

Assista ao desabafo do humorista:

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook