EVENTOS PÓS-COVID

Rita Cadillac vende até jantar em sua casa para pagar contas durante pandemia

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Rita Cadillac com vestido verde, colares e coque no cabelo

Rita Cadillac em publicação no Instagram; ex-chacrete vende ingresso de jantar em sua casa para pagar contas

REDAÇÃO - Publicado em 07/07/2020, às 17h55

Para pagar suas contas durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Rita Cadillac passou a vender até ingressos de um jantar que será realizado após o período de isolamento social em seu apartamento, localizado em São Paulo. Cada interessado deve desembolsar R$ 350 --até a conclusão deste texto, ninguém havia comprado a ideia.

O jantar conta com uma refeição completa (entrada, prato principal, sobremesa, vinho e refrigerante) e integra uma série de ações que a ex-dançarina promove em uma plataforma de financiamento coletivo para enfrentar as suas dificuldades financeiras. Os brindes e eventos para fãs custam entre R$ 25 (foto autografada) e R$ 4 mil (pocket show). 

Segundo o site da empresa, Rita deseja arrecadar R$ 4 mil neste mês. No entanto, apenas duas pessoas contribuiram com a causa, e a loira já recebeu R$ 275 por uma foto e um vídeo personalizado -- 6,9% da meta.

Antes da pandemia, a ex-chacrete atuava em peças de teatro, além de receber cachê por presença VIP em eventos. No entanto, com a paralisação das atividades não-essenciais, ela passou a se sustentar com as reservas financeiras que tinha. "Como não entra dinheiro para quase ninguém, está difícil. Viver da profissão como eu é difícil nessas horas. Está tudo parado", explicou à revista Quem no mês passado.

Em maio, a ex-dançarina foi muito criticada nas redes sociais por ter pedido o auxílio emergencial de R$ 600 fornecido pelo governo. Cadillac ainda se sente mal pelo julgamento que sofreu. 

"Eu me senti muito mal. Eu sou uma cidadã. E quem pediu foi a cidadã Rita de Cássia. Se não está entrando dinheiro e as contas estão chegando, vou fazer o quê?", questionou ela. "Nem todo artista é rico. Lógico, existem os ricos e existem aqueles que trabalham para sobreviver. E eu sou uma artista que trabalha para viver e para sobreviver", completou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook