Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

RODRIGO BRANCO

Preta Gil chora ao ver fala racista de ex-diretor amigo: 'Que assuma e pague'

MARCELO SÁ BARRETO/AGNEWS

Preta Gil durante palestra no shopping Iguatemi, em São Paulo, em outubro de 2019

Preta Gil durante palestra no shopping Iguatemi, em São Paulo; cantora criticou amigo por fala racista

REDAÇÃO

Publicado em 31/3/2020 - 19h46

Preta Gil foi às lágrimas ao ver a fala racista de seu amigo Rodrigo Branco, ex-diretor da Band, que gerou revolta nas redes sociais. "O que ele fez é muito grave, muito sério, e que ele assuma e pague as consequências dos seus atos. Eu, como mulher preta, tenho caminhado cada dia mais sobre o processo da luta antirracista", repudiou ela em texto publicado nesta terça-feira (31). "Comecei a chorar de tristeza", revelou.

"Quando você tem um amigo há 20 anos e, de uma hora para outra, numa live ele demonstra um pensamento que você nunca tinha escutado ele dizer e que fere totalmente a mim e aos meus, o que fazer?", disse a cantora em seu Instagram.

Branco, que é guia turístico de famosos nos Estados Unidos, foi acusado de racismo ao falar de Thelma Assis, participante do BBB20, e da apresentadora Maria Júlia Coutinho, a Maju, do Jornal Hoje. Na segunda-feira (30), o ex-diretor de TV participou de uma live da influenciadora Jude Paulla, e declarou que as duas mulheres só estão em evidência por serem negras.

"Primeiro de tudo veio o susto e depois a descrença: 'Não estou acreditando no que estou vendo'. Comecei a chorar de tristeza. Peguei meu telefone e chamei esse amigo no WhatsApp, falei exatamente como estava me sentindo e disse: 'Não poderei e não quero te defender'", revelou Preta.

"Por isso, estou aqui escrevendo: eu não tolero nem de amigo nem de ninguém essa violência. Racismo é crime, e ignorância histórica intelectual. Hoje em dia, vindo de um homem branco e rico, é inaceitável", alertou.

Na transmissão ao vivo com Ju de Paula, Branco espantou os internautas ao opinar sobre Thelma, do BBB20. "Todo mundo está votando nela porque ela é negra, coitada", disse. E foi além ao falar de Maju Coutinho. "Ela só tá lá [no Jornal Hoje] por causa da cor", disse o ex-executivo de TV.

Preta condenou as falas do amigo. "Então, aprendam de uma vez por todas: não se tolera e nem relativiza mais essa mazela na nossa sociedade, que já causou tanta dor e sofrimento", disse ela, que finalizou seu texto com "Parem, somente parem".

Entenda o caso

Durante uma live no Instagram com a influenciadora Jude Paulla, na noite de segunda-feira (30), o empresário declarou que Thelma Assis, participante do BBB20, e a apresentadora Maria Júlia Coutinho, do Jornal Hoje, só estão em evidência por serem negras.

Branco opinava sobre o reality da Globo e revelou torcer por Rafa Kalimann. Ao ouvir que a amiga quer que Thelma ganhe, o ex-funcionário da Band ficou indignado. "Não, gente, a Thelma nem pensar. Posso falar uma coisa? Torcer pela Thelma é racismo", começou ele. "Quê?", berrou Jude. "Você vai ser muito criticado, tá?", alertou a DJ.

"Seguinte, todo mundo está votando nela porque ela é negra, coitada", definiu ele. "Claro que não, garoto. Ela é maravilhosa. Você não assiste [ao] Big Brother", defendeu a blogueira. "Claro que assisto. Posso falar? Semana passada ela ganhou uma provinha e ficou se achando, humilhou todo mundo", argumentou ele.

"Por exemplo, é a mesma coisa que eu falo da Maju Coutinho. Ela é péssima, ela é horrível. Ela fala tudo errado, eu assisti hoje, ela só tá lá por causa da cor", disse o executivo, que deixou a Band em 2014.

"Qual foi a carreira dela? A carreira dela foi ser xingada. Aquele negócio Todos Por Maju, Somos Todos Maju, ela nunca foi uma repórter de campo, ela fala tudo errado", alfinetou ele, em referência à campanha de apoio pela jornalista quando ela sofreu ataques racistas na internet.

"Eu, como diretor de TV maravilhoso, vou te falar. Ela lê o TP [teleprompter] errado", continuou o queridinho de celebridades como Xuxa Meneghel, Ivete Sangalo e Simone, da dupla com Simaria.

Rodrigo Branco se formou em Publicidade e Propaganda e também possui o registro profissional de jornalista. Aos 23 anos, ele assumiu o cargo de diretor de TV na Band, onde trabalhou durante 12 anos. Na emissora, dirigiu programas apresentados por Luiz Bacci, Márcia Goldschmidt e Adriane Galisteu.

Após a repercussão negativa de suas declarações, Branco se defendeu em um vídeo publicado na madrugada de terça-feira (31). "Sempre falo o que eu penso. Várias vezes já falei besteiras. Mas eu mudo de ideia. Ignorante é não mudar de ideia. Falei um monte de merda, não falei nada como eu penso. Eu queria falar uma coisa e falei outra. Fui racista e tenho que assumir quando a gente fala merda", reconheceu.

"Ainda bem que tenho amigos que me ligaram e eu escutei, percebi que fiz merda. Quero pedir desculpas para a Jude Paulla. Peço desculpas a todo mundo. Levei puxão de orelha e falei merda. Não me queira mal por isso", finalizou ele.

Horas depois, Branco deletou seu perfil no Instagram. Jude Paulla, por sua vez, avisou que colocou um fim no relacionamento com o empresário. "Eu não tenho amigo de estimação racista. Essas pessoas não vão se manter no meu círculo de amizade", declarou.

Confira a publicação de Preta Gil sobre Rodrigo Branco:

Ver essa foto no Instagram

PAREM SOMENTE PAREM

Uma publicação compartilhada por Preta Gil 🎤 (@pretagil) em

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?