'Autobullying'

Musa dos anos 1990, Luciana Vendramini revela que se achava feia e peituda

Reprodução/TV Globo

Luciana Vendramini diz que não gostava de peitos e bumbum avantajados quando era mais jovem - Reprodução/TV Globo

Luciana Vendramini diz que não gostava de peitos e bumbum avantajados quando era mais jovem

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 29/10/2018, às 05h44

Aos 47 anos, Luciana Vendramini afirma que se sente bem mesmo acima do peso. Para ela, nem sempre foi fácil aceitar a sua descendência italiana, com bumbum e seios grandes. Porém, o período mais difícil foi a pré-adolescência, quando era muito magra, branca e "feia". A atriz chegou a usar faixa nos seios para espremê-los e só não partiu para uma redução das mamas porque morre de medo de cirurgia.

A atriz diz que nem botox aplicou até agora porque tem pavor de injeção. Mas, por muito tempo, teve uma vontade imensa de vencer seu medo para deixar os seus seios menores.

"As mulheres da minha geração, de 40 anos, não fizeram muita loucura, como as meninas de agora. Hoje, eu me gosto, mas já não me gostei. Sou pequena, fui bailarina. Não queria ser uma bailarina peituda. O peito grande me atrapalhava, eu queria ter peito seco, mas a minha família é toda italianona, essa é a minha genética", fala Vendramini. 

A loira diz que um dos grandes benefícios da maturidade foi aprender a gostar de si mesma como é. "Estou bem com meu peitão, que chamo de peitolas. Sou modelo renascentista. Ser refém da vaidade seria um castigo. O importante é se aceitar de fato", diz.

Fase Olívia Palito
Ela não liga que lembrem a fase em que foi musa. "Para mim, que fui uma magrela, esquelética mesmo, loira aguada, Olívia Palito... Era branca e com cabelo escorrido, feia. Quando falam que fui musa, acho que é mentira", comenta, aos risos.

"Eu fazia 'bullying' em mim mesma. Eu era um patinho feio e, quando fiz 15 anos, parece que pipocou tudo: peito, bunda, coxa.... Veio aquela coisa do hormônio, de se sentir gatinha e ganhei como a garota mais bonita do colégio, depois da cidade", lembra a loira.

Comédia das loiras

No ar em Espelho da Vida, ela faz parte do núcleo de humor. Está encantada com o espírito jovem de sua principal parceira de cena até agora, Vera Fischer, 68 anos. "Tenho cem anos perto dela. É uma menina, tem uma energia e uma vivacidade incríveis. Parece que ela tem 20 anos", conta.

A atriz adianta que as suas cenas mais hilárias ainda estão por vir. Será quando Emiliano (Evandro Mesquita) começar brigar com sua personagem, Solange. Os dois foran um casal no passado e se odeiam. "Vai ser arranca-rabo do começo ao fim."

Luciana conta que voltou a fazer novela depois de seis anos longe dos folhetins porque tinha muita saudade. "Parece que é um bichinho que pica a gente." Sua última trama foi no SBT, Amor e Revolução (2011). Na Globo, ela não trabalhava desde Da Cor do Pecado (2004). 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook