Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MERCADO BILIONÁRIO

Kim da vida real: Como é o trabalho do agente de influenciadores digitais?

ARQUIVO PESSOAL/KARINA SATO

A agente artística Karina Sato (à dir) ao lado da irmã e cliente mais famosa, a apresentadora Sabrina Sato - ARQUIVO PESSOAL/KARINA SATO

A agente artística Karina Sato (à dir) ao lado da irmã e cliente mais famosa, a apresentadora Sabrina Sato

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 1/7/2019 - 5h47

Uma das personagens mais carismáticas de A Dona do Pedaço, Kim (Monica Iozzi) tem um trabalho relativamente novo, o de agente de influenciador digital. Na vida real, uma das profissionais mais reconhecidas nesse mercado ainda crescente é Karina Sato. Irmã da apresentadora Sabrina Sato, ela trabalha com 18 artistas de diferentes segmentos.

"Comecei logo que a Sabrina saiu do BBB3, em 2003. Eu me formei em Direito, e a entrada no empresariamento artístico aconteceu de uma forma natural. Minha agência começou pequena, mas com grandes contratos. Você tem que estar muito ligado no mercado, não apenas no artístico. Aproveitar oportunidades, criar ótimos relacionamentos, criar projetos", explica Karina ao Notícias da TV.

Em A Dona do Pedaço, Vivi Guedes (Paolla Oliveira) e Josiane (Agatha Moreira) contratam os serviços da agente de influenciadores interpretada por Monica Iozzi na tentativa de lucrar com seus perfis nas redes sociais. Karina, que acompanha a novela das 21h da Globo, aprova a trama.

"A personagem da Monica está engraçadíssima de um jeito que ainda não tinha visto, a personagem dela é superdireta e objetiva com os agenciados dela. Eu sou mais de conversar e encontrar soluções. Não gosto de impor nada ao artista, acho que tudo deve ser uma escolha em equipe", ressalva a empresária de 39 anos.

Karina conta que Paolla Oliveira se inspirou em uma das artistas que ela agencia. Com mais de 2 milhões de seguidores no Instagram e dona de um blog sobre moda, a influenciadora Camila Coutinho atua há mais de dez anos no segmento.

Além de Camila, a empresária trabalha com artistas famosos na televisão: Ticiane Pinheiro, Duda Nagle, Wellington Muniz (o Ceará), Mirella Santos, Mário Frias e o fofoqueiro do Aqui na Band, Nana Rude. No entanto, a grande estrela de seu casting é a própria irmã, Sabrina Sato. De acordo com Karina, o segredo para ter um perfil de sucesso nas redes sociais é "ser de verdade".

"Isso eu aprendi muito com a Sabrina, não adianta você postar algo em que não acredita, algo que você realmente não use. O recado não vai chegar a quem precisa. Torne suas redes sociais o reflexo do seu dia a dia, se você quer ter um contrato com uma marca de beleza, poste sobre isso. E, o mais importante, fazer o seu, sem comparar seu trabalho com o de outra pessoa", ensina a agente.

Na novela escrita por Walcyr Carrasco, a personagem Josiane (Agatha Moreira) sempre pede dinheiro para sua mãe, Maria da Paz (Juliana Paes). A menina mimada justifica que precisa de um investimento para se tornar uma influenciadora --o que não é negado por Karina Sato.

"Tudo precisa de um investimento para ter o retorno. Eu conheço casos de gente que não gastou muito e aconteceu, como teve gente que gastou muito e não deu certo. Não vai acontecer da noite para o dia. Você precisa criar uma credibilidade no mercado, eu vejo muitos influenciadores que não se preocupam com isso. A imagem é muito maior do que qualquer cachê", conta.

Um mercado bilionário

A profissão está inserida no mercado de marketing de influência, que deve movimentar R$ 2,3 bilhões neste ano. No ano passado, o número de influenciadores que utilizaram a hashtag #ad para indicar conteúdos patrocinados cresceu 56%. Os dados aparecem em um levantamento divulgado pela Socialbakers em maio. 

Com mais gente querendo ser influenciador, também existem mais profissionais se interessando por esse mercado. Especialista em marketing digital, Karen Vanessa abriu sua própria agência há dois anos. Com uma equipe de sete profissionais, a empresa oferece assessoria comercial e consultoria para influenciadores.

"A gente tem muita procura, eu nem consigo atender à demanda de pessoas querendo entrar nesse meio. Hoje eu tenho uma demanda grande e extremamente crescente, todos os dias eu recebo vários contatos de pessoas querendo ser influenciadoras", explica a profissional.

"No serviço de consultoria, a gente tem um valor por hora. Eu encontro a pessoa e faço um acompanhamento breve de alguns dias pro cliente tirar todas as dúvidas, porque depois ele vai caminhar sozinho. Atualmente, eu trabalho prestando consultoria diretamente para, pelo menos, 300 a 500 pessoas em Goiás e Brasília", diz Karen.

A agente tem o seu trabalho focado na região Centro-Oeste e não revela quanto cobra por hora. Mas a reportagem encontrou em sites de agência de influenciadores um serviço de R$ 530, que inclui dois encontros, com duração de duas horas cada. Depois, o cliente tem direito a um atendimento remoto durante 30 dias.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?