Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

JOÃO BALDASSERINI

Galã roceiro em Salve-se Quem Puder troca São Paulo por vida no interior

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator João Baldasserini, com o corpo sujo de tinta, em cena como Zezinho em Salve-se Quem Puder

O ator João Baldasserini, como o caipira Zezinho, na novela Salve-se Quem Puder

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 24/4/2021 - 11h32

No ar como o galã roceiro Zezinho, em Salve-se Quem Puder, João Baldasserini trocou o agito de São Paulo pela calmaria da vida no interior. Com a mulher, a psicóloga Erica, e o filho do casal, Heleno, de um ano e cinco meses, o ator se mudou para Indaiatuba, onde consegue proporcionar para a família uma melhor qualidade de vida, mentalidade similar à de seu personagem caipira da novela das sete na Globo.

A escolha pela mudança não atrapalhou em nada o trabalho do ator. Em entrevista à colunista Carla Bittencourt, do Metropóles, Baldasserini contou que mesmo no interior, está perto da cidade grande e sempre que precisa, chega lá rapidinho.

"Antes da pandemia, sempre que podia pegava o carro e ia passar um final de semana na casa de um amigo. Indaiatuba fica apenas a uma hora de carro até São Paulo, é muito perto. Por isso mesmo escolhi morar aqui. Quando preciso, dou um pulo e chego no Rio de Janeiro também. Mas para morar, criar meu filho, e ter um lar, eu prefiro o clima e a qualidade de vida do interior", explicou.

Por lá, ele consegue ter uma vida normal, e já é conhecido como morador da cidade. "A grande maioria já me reconhece como indaiatubano. Sou encantado por esse lugar! Admiro muito essa cidade, e a qualidade de vida que eu tenho aqui é ótima. Fora que meus familiares estão pertinho de mim", comemorou.

repprodução/INSTAGRAM

João Baldasserini com a família

Papel de pai

Pai de primeira viagem, o ator revela que esse papel ele tem aprendido a interpretar junto com o filho. "Ele me ensina muito, me mostra como eu posso ser capaz de cuidar e proteger, de amar incondicionalmente. Criar um filho não é fácil, é desafiador e dolorido muitas vezes. Ele é maravilhoso, me transformou num homem maduro, com muito mais consciência e respeito pela vida", admitiu.

Com o nascimento do filho, João assume que se tornou mais exigente na escolha de seus trabalhos, pois tem medo de perder alguma fase do pequeno por estar ausente. "Minha profissão, às vezes, pode me deixar longe dele por algum tempo. Isso realmente me aflige hoje em dia. Óbvio que não vou deixar de trabalhar, até porque preciso, mas nas folgas e nos breves momentos de pausa, nada como uma ligação, uma ponte aérea, resolvemos do jeito que dá."

E mesmo após ficar no ar com duas novelas seguidas, na reexibição de Haja Coração e, agora, em Salve-se Quem Puder, o ator assegura que não dará tempo de sentir falta dele. "Estou analisando algumas propostas e fazendo alguns testes para séries de televisão. Garanto que você não vão ficar muito tempo se me ver na telinha", revelou Baldasserini.

Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e confira o nosso boletim diário com os principais destaques do dia


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
De Eva Todor a Henrique César: Veja atores de O Cravo e a Rosa que já morreramTeste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmado

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas