Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

NO AR EM VAI NA FÉ

Filhos? Bella Campos define futuro com MC Cabelinho após vasectomia: 'Destino'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Bella Campos e MC Cabelinho estão abraçados e encaram a câmera, sérios; ela usa um cropped com strass prateado, e ele um abadá nos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro

Bella Campos e MC Cabelinho num camarote da Marquês de Sapucaí; ela abriu o jogo sobre filhos

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 5/3/2023 - 10h23

Bella Campos revelou que pretende ter filhos, apesar da vasectomia realizada pelo namorado, MC Cabelinho, em dezembro passado. O procedimento é reversível, e a artista concordou com a escolha do funkeiro. De fato, eles não planejam ter herdeiros nesse momento. A ideia é engravidar apenas mais tarde, após o boom na carreira. "Se for nosso destino ter filhos juntos, não vai ser por agora mesmo. Ainda temos muito a viver, a construir", disse ela.

Mas eles já estão se preparando para isso. O casal debateu a quantidade de herdeiros e uma nova fase da relação. "Quero me casar e ter dois filhos. Já falamos sobre isso. Antes de ele fazer a vasectomia, a gente conversou muito. Está tudo certo", reafirmou a atriz, em entrevista publicada pelo jornal Extra neste domingo (5). A intérprete de Jenifer em Vai na Fé também detalhou o início da relação:

Nós nos apaixonamos nos bastidores da novela. O que mais me encantou foi o modo como ele enxerga a vida, como trata as pessoas e a mim, a leveza do seu jeito de ser. Tem ali um olhar bonito para o mundo. Ele me chama de Preta, eu o chamo de Preto, de Mô... Quando falo sobre ele para outras pessoas, uso Victor, nome real dele [Victor Hugo], que quase ninguém usa.

Antes de se enveredar pelo casamento, a atriz se contenta com anéis de compromisso --"Tenho dois! O primeiro, ele trouxe de uma viagem a Portugal; o outro, ele mandou fazer um anel com as iniciais dele e outro com as minhas iniciais"-- e, principalmente, com uma declaração em forma de música. Ela admite cair no choro sempre que ouve Minha Cura, canção que o namorado compôs em homenagem a ela.

A equipe de maquiagem da novela colocou pra tocar no camarim um dia, eu quase borrei todo o trabalho deles (risos). É a primeira vez que ganho uma música de presente. Mas o mais especial é o nosso dia a dia. A nossa troca, a maneira como a gente se trata e cuida um do outro. A música é só mais uma representação disso.

Nova forma de arte

A atriz está encantada em ver como uma música toca essas pessoas. Achou interessante acompanhar esse outro lado da arte, uma vez que é acostumada em ver como um trabalho do audiovisual reverbera no público. De fato. Ela começou a carreira televisiva em Pantanal (2022), sucesso de audiência. Ainda hoje, ela é reconhecida como Muda nas ruas.

Seu novo trabalho, Vai na Fé, também não decepciona nessa questão. Aliás, ela acha que as pessoas não a ligam tanto a Jenifer por uma questão bem simples: elas são muito diferentes. Enquanto a mocinha da novela é discreta e pouco vaidosa, Bella gosta de ousar nas roupas e acessórios.

Mas é o jeito tranquilo da filha de Sol (Sheron Menezzes) que se tornou o trunfo da personagem: "Outro dia, eu li um comentário de uma menina elogiando que a novela estava mostrando uma moça que não bebe demais e que não frequenta festas. Geralmente, os jovens são representados fazendo as mais diversas loucuras, e Jenifer não é essa pessoa. Acho que tem uma galerinha se identificando com ela...", contou a cuiabana.

Apesar de vaidosa, Bella não é fissurada em dietas e malhação. "Não tenho muito tempo disponível", admite ela. A artista se alimenta bem e pratica atividades físicas pelo bem de sua saúde mental. Está longe de prezar por um ideal de "corpo perfeito". Muito pelo contrário, já rechaçou a pressão estética à qual é submetida nas redes sociais. Em dezembro, ela fez um vídeo em que debochava dos comentários sobre sua barriga num vestido usado para a premiação Melhores do Ano.

A minha vida é muito mais do que o formato da minha barriga, das minhas pernas ou da minha bunda. Sou feliz com o corpo que tenho porque é o único que eu tenho. Se um dia eu quiser passar por alguma intervenção estética, eu vou fazer. Porque a gente tem que ser livre pra viver todas as nossas vontades e desejos. Mas, neste momento, não.

Mesmo com o posicionamento bem claro, ela ainda recebe várias críticas nas redes sociais. "Isso nunca vai acabar. Projetam os seus ideais na gente, porque somos figuras públicas. Colocam pra fora as suas próprias frustrações. Corpo ideal é uma construção social", completou ela.

Racismo e preconceito

A namorada de MC Cabelinho também admitiu não seguir nenhuma religião, apesar de conversar com os evangélicos do elenco para ar uma maior fidelidade a sua personagem em Vai na Fé. Por outro lado, ela já enfrentou na pele alguns dos dramas da mocinha.

"Na minha sala também havia Guigas (personagem de Mel Maia na novela, que inferniza e discrimina Jenifer). Mas, pelo menos, aconteceu numa época em que já havia informação, acesso à internet, discursos de mulheres fortes, dos quais eu me apropriei. Então, consegui passar por isso sem me abalar. A gente sabe que, infelizmente, vive numa sociedade extremamente racista, cheia de problemas, mas não se deixa mais ser silenciada nem afetada", disse ela.

Quando eu tinha 15 anos, meus pais se separaram e eu me mudei com minha mãe de Cuiabá (MT) para Florianópolis (SC). Foi o momento em que passei a compreender melhor a questão racial. No Sul, eu me entendi como uma pessoa preta em meio a uma maioria de brancos. Comecei a ter consciência racial, a ler sobre isso, me empoderar [...] Foram muitas as situações de preconceito que já vivi. Mas não guardo isso em mim, não é mais um lugar que eu queira acessar.

Escrita por Rosane Svartman, Vai na Fé será substituída por Fuzuê, de autoria de Gustavo Reiz. A próxima novela das sete da Globo contará com Giovana Cordeiro e Marina Ruy Barbosa. A ruiva viverá uma vilã.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Vai na Fé e outras novelas.

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.