Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

COLEGUINHAS

Filho de segurança, Babu Santana entrega segredo de infância com paquitas

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

O ator Babu Santana em live no YouTube neste domingo (12)

Babu Santana em vídeo de seu canal do YouTube; ator estudou com assistentes de palco de Xuxa

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/10/2020 - 13h51

Aos 40 anos, Babu Santana revelou que em boa parte de sua infância e juventude estudou com algumas paquitas. Filho de um segurança da Globo, o ator até andava de ônibus com as assistentes de palco de Xuxa Meneghel. "Era fascinante", relembrou o artista. 

Em conversa com o ator Jean Paulo Campos durante uma live no YouTube no domingo (11),  Santana citou suas lembranças do primeiro contato que teve com a TV ao ator famoso pelo papel de Cirilo na novela infantil Carrossel (2012), do SBT.

"Meu pai começou a trabalhar na portaria, ele era segurança da Globo, então ele trabalhava no acesso do público aos programa dos Os Trapalhões, da Xuxa, do Faustão. Quando ele entrou lá, ele era do Chacrinha (1917-1988), eu ficava fascinado", começou o ex-BBB. 

"Eu estudava no mesmo colégio que as paquitas, cara. Às vezes, eu ia com elas para encontrar meu pai [na Globo] e eu ia pro Xou da Xuxa [1986-1992], era o maior barato. Era fascinante", completou Santana. 

No bate-papo com o veterano, Jean Paulo Campos falou sobre a falta de representatividade negra na televisão. "O protagonista ainda é raro. O galã ser preto é raro. Estamos caminhando em passos de neném. Antes da novela, fiz participações, figurações, até que surgiu Carrossel. Quando a novela estreou, mudou tudo", afirmou o ex-funcionário do SBT.

"No ponto de ônibus, já me olhavam diferente. Na escola, é que eu percebi mesmo. Não conseguia mais lanchar sem ter que tirar foto", afirmou.

"Quando ganhei o Troféu Imprensa de revelação do ano das mãos de Silvio Santos foi quando me dei conta do que havia conquistado. Foi uma representatividade. Antes do Cirilo, eu era uma criança como as outras. Não perdi minha infância. Minha infância foi muito mais legal", completou o garoto na conversa com o veterano. 

Confira: 


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?