Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONVENCEU A MÃE

Filha de Lilia Cabral recebeu ajuda de Manoel Carlos para virar atriz; entenda

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Lilia Cabral, à esquerda, e Giulia Bertolli, à direita, no Conversa com Bial; elas estão sentadas, Giulia veste um vestido laranja e Lilia veste uma vestido preto e branco

Lilia Cabral e Giulia Bertolli no Conversa com Bial; a veterana falou sobre a carreira da filha

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 16/3/2022 - 11h55

Lilia Cabral e Giulia Bertolli, foram as convidadas do Conversa com Bial da última terça-feira (15) e, durante a entrevista, relembraram que inicialmente a veterana não queria que a filha seguisse na carreira de atriz. Foi o escritor Manoel Carlos quem a convenceu a aceitar a escolha profissional da jovem.

"Lembro que estava fazendo a novela Viver a Vida e me encontrava muito com o Maneco e a gente conversava muito. E o dia que a Giulia falou pra mim convicta eu comentei com o Maneco e ele disse para mim: 'É a profissão mais bonita para uma mulher'", detalhou.

Segundo Giulia, não houve nenhuma obrigação para que ela seguisse a mesma carreira da mãe, e a decisão foi natural: "Foi na época do vestibular. Foi em uma conversa com a minha orientadora educacional que eu verbalizei o quanto eu amava esse mundo, o quanto não me imaginava sem ele e o quanto de fato queria seguir nessa profissão".

Mesmo com a filha seguindo seus passos, Lilia negou que abriu portas ou facilitou a entrada dela na televisão. "As pessoas acham que é fácil, comigo também nada foi fácil. Acham que a gente não teve uma vida de contar os tostões e de passar por etapas", iniciou a mãe a respeito da entrada da filha em Malhação (1995-2020).

"E a Giulia foi chamada para participar [da Malhação] e foi passando pelas etapas e eram mais de 500 pessoas. E ela foi passando, mas não porque era minha filha. Ela foi passando porque ela dava conta do recado", defendeu a atriz.

Ainda no talk show, elas falaram sobre o espetáculo A Lista, em que atuam juntas no Rio de Janeiro. Na peça, que estreou durante a pandemia e era transmitida pela internet, Lilia vive uma professora aposentada (Laurita) politicamente incorreta e Giulia (Amanda), uma jovem idealista que se muda para a cidade a fim de ser cantora no Theatro Municipal.

"Por incrível que pareça não é esquisito. Encaro de forma normal", afirmou Giulia a respeito de como é contracenar com sua mãe no palco. Ela esteve em cena pela primeira vez ao lado dela ainda bebê e, anos depois, fez sua estreia oficial em novelas interpretando a versão mais jovem da personagem de Lilia em O Sétimo Guardião (2018).

Confira abaixo um trecho da entrevista de Pedro Bial.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.