LUTO

Família de Flávio Migliaccio decide processar Estado por vazar foto do corpo do ator

PAULO BELOTE/TV GLOBO

Flávio Migliaccio caracterizado como Mamede em Órfãos da Terra, da Globo

Flávio Migliaccio caracterizado como Mamede em Órfãos da Terra, da Globo; ator morreu aos 85 anos

REDAÇÃO - Publicado em 04/05/2020, às 23h39 - Atualizado em 05/05/2020, às 13h29

[Atenção: este texto pode ser sensível a pessoas com depressão]

A família de Flávio Migliaccio (1934-2020) decidiu processar o Estado do Rio de Janeiro por vazar fotos do corpo do ator, encontrado morto nesta segunda-feira (4). Marcelo Migliaccio, filho do artista, acionou o advogado Sylvio Guerra para cuidar da causa. Ao Notícias da TV, a defesa confirmou a ação. "Foi uma violência, um desrespeito. Estarei tomando todas as medidas judiciais cabíveis", disse em rede social.

No Instagram, Guerra afirmou que a ação será contra dois agentes do Estado, dois policiais militares, que divulgaram o registro do corpo de Migliaccio. "Divulgaram foto do meu cliente em condições que se encontrava dentro de seu quarto após suicidar-se", completou.

"Esses policiais carregam a bandeira do Estado em suas fardas. Além de vilipêndio de cadáver, elencado no Código Penal, buscaremos em face do Estado, danos causados pela absurda, abusiva e mórbida divulgação da foto de meu cliente já falecido, violando sua imagem, o luto da família, amigos e fãs", ressaltou.

Segundo Guerra, o registro foi feito dentro da propriedade privada, sem autorização da família e divulgada em redes sociais. "O filho de Flávio, Marcelo Migliaccio, já se manifestou no sentido de doar a indenização, caso seja reconhecida pela Justiça."

Em nota enviada ao Notícias da TV, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que "o comandante do 35º BPM (Itaboraí) instaurou um procedimento apuratório para analisar o caso".

Migliaccio foi encontrado morto na manhã de segunda em seu sítio na cidade de Rio Bonito, região metropolitana do Rio de Janeiro. A ocorrência foi registrada pelo 35º Batalhão de Polícia Militar do Rio de Janeiro, após uma chamada feita pelo caseiro da propriedade, que o ator mantinha desde a década de 1970.

Guerra, advogado da família, confirmou que ele cometeu suicídio e deixou uma carta encontrada no local.

O ator nasceu na cidade de São Paulo e começou a carreira em peças de teatro na periferia da capital. Estreou na televisão em 1958, no Grande Teatro Tupi. Na Globo, sua primeira novela foi O Primeiro Amor (1972), e logo em seguida ele ficou muito conhecido ao viver Xerife, um dos protagonistas do seriado infanto-juvenil Shazam, Xerife e Cia. (1972-1974).

Migliaccio atuou em 46 atrações da Globo, entre novelas, minisséries, séries, infantis e humorísticos. Ele se destacou em A Próxima Vítima (1995), Rainha da Sucata (1990), Tapas & Beijos (2013) e mais recentemente em Órfãos da Terra, como Mamede.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook