Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LUTO

Aos 85 anos, ator Flávio Migliaccio é encontrado morto em seu sítio

Reprodução/Globo

O ator Flávio Migliaccio em cena na novela Órfãos da Terra, a última de sua carreira

Flávio Migliaccio em cena na novela Órfãos da Terra, a última de sua carreira; ele foi encontrado morto na segunda (4)

REDAÇÃO

Publicado em 4/5/2020 - 12h27
Atualizado em 4/5/2020 - 16h17

O ator Flávio Migliaccio (1934-2020) foi encontrado morto na manhã desta segunda (4) em seu sítio na cidade de Rio Bonito, região metropolitana do Rio de Janeiro. Ele tinha 85 anos e era considerado um dos atores mais consagrados de sua geração. Na teledramaturgia da Globo, Migliaccio trabalhou até 2019, quando atuou na novela Órfãos da Terra. Uma carta, deixada pelo ator aos familiares, dá a entender que ele cometeu suicídio.

A ocorrência foi registrada e confirmada pelo 35º Batalhão de Polícia Militar do Rio de Janeiro, após uma chamada feita pelo caseiro do sítio, que o ator mantinha desde a década de 1970. O local está isolado, e a Polícia Civil foi acionada para uma perícia. 

O ator nasceu na cidade de São Paulo e começou a carreira em peças de teatro na periferia da capital. Estreou na televisão em 1958, no Grande Teatro Tupi. Na Globo, sua primeira novela foi O Primeiro Amor (1972), e logo em seguida ele ficou muito conhecido ao viver Xerife, um dos protagonistas do seriado infanto-juvenil Shazam, Xerife e Cia. (1972-1974).

Migliaccio atuou em 46 atrações da Globo, entre novelas, minisséries, séries, infantis e humorísticos. Ele se destacou em A Próxima Vítima (1995), Rainha da Sucata (1990), Tapas & Beijos (2013) e mais recentemente em Órfãos da Terra, como Mamede.

Nas redes sociais, fãs e colegas de trabalho de Migliaccio lamentaram a morte dele. "Toda minha admiração e carinho... Até já, mestre Flávio Migliaccio!", escreveu Caio Blat. "Um grande colega, divertidíssimo, um baita ator, extremamente generoso. Quem estava ao lado dele brilhava junto", lembrou o comediante Marcelo Médici.

"O Flávio Migliaccio! Hoje tá difícil. Que ator, cresci falando do Tio Maneco. Memorável recentemente em Órfãos da Terra", comentou a autora Rosane Svartman. "Meu amigo foi descansar desse mundo estranho... Palmas para Flávio Migliaccio", pediu Bruno Gagliasso. "Triste notícia, o Brasil perde mais um grande artista e um grande colega de trabalho. Vá em paz, meu querido amigo", comentou Ary Fontoura.

Confira as manifestações dos famosos:

Ver essa foto no Instagram

grande colega, divertidíssimo, um baita ator, extremamente generoso. quem estava ao lado dele, brilhava junto 🙏🏼 #FlavioMigliaccio

Uma publicação compartilhada por Marcelo Medici (@marcelomedici) em

Ver essa foto no Instagram

Meu amigo foi descansar desse mundo estranho...... Palmas para FLAVIO MIGLIACCIO 👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽🌻

Uma publicação compartilhada por Bruno Gagliasso 🐺⚡️🌳🌻 (@brunogagliasso) em

Ver essa foto no Instagram

Meu amigo foi descansar desse mundo estranho...... Palmas para FLAVIO MIGLIACCIO 👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽👏🏽🌻

Uma publicação compartilhada por Bruno Gagliasso 🐺⚡️🌳🌻 (@brunogagliasso) em

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?