Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LUTO

De Lula a Jair Bolsonaro: Políticos lamentam morte de Jô Soares

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Jô Soares à frente do último Programa do Jô, na Globo

Jô Soares (1938-2022) em seu último programa na Globo; políticos lamentaram a morte do artista

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 5/8/2022 - 9h09
Atualizado em 5/8/2022 - 12h06

A morte de Jô Soares (1938-2022) na madrugada desta sexta-feira (5) deixou o país em luto. Candidatos à Presidência, como Lula (PT), Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB), usaram as redes sociais para lamentar a partida do artista de 84 anos. O presidente Jair Bolsonaro (PL), assim como outros políticos, como João Dória (PSDB), Sérgio Moro (União Brasil) e governadores, também prestaram homenagens.

"Jô Soares foi um dos atores, autores, comediantes e entrevistadores mais talentosos da história do Brasil. Seus talentos e atividades eram tantos que desafiam categorias. Uma pessoa generosa que por anos conduziu entrevistas que foram um importante espaço de debate para o país", começou Lula.

O ex-presidente ainda relembrou que foi entrevistado pelo apresentador algumas vezes. "O Brasil hoje, nesse momento tão difícil, perde uma parte do seu humor, talento e inteligência. Mas nunca esquecerá da obra que nos deixou Jô Soares", declarou ele.

No Twitter, Bolsonaro enviou mensagens de conforto aos familiares do apresentador: "Independentemente de preferências ideológicas, Jô Soares foi uma grande personalidade brasileira que conquistou a todos com seu modo cômico de discutir assuntos profundos. Que Deus conforte a família e o acolha com a cordialidade que o próprio Jô recebia a todos".

"Jô sempre fez bom uso do seu direito de livre expressão. Por muitas vezes teceu duras críticas contra mim, inclusive. Mas foi por viver num país livre, não em um regime autoritário, que ele pode exercê-lo integralmente. Essa é a beleza da democracia. No fim das contas, as divergências fazem pouca diferença na hora de nossa partida para perto de Deus. O que fica são as nossas obras, e Jô Soares deixa para o Brasil um exemplo de postura, elegância e bom humor, e, por isso, tem o meu respeito", complementou.

"O Brasil amanheceu muito triste, com menos motivo para rir e menos ágil no pensar. Perdemos Jô Soares, uma das nossas maiores referências de inteligência, talento e humor. Descanse em paz querido Jô", escreveu Ciro Gomes, em seu Twitter.

"Uma grande tristeza. O ator, diretor, escritor, humorista e brilhante Jô Soares nos deixou nesta manhã aos 84 anos. Seus personagens marcaram nossas vidas, e o Brasil aprendeu muito com sua inteligência", declarou Simone Tebet.

"Meu sentimento de pesar pela perda de Jô Soares. Um talento na TV, no teatro, na literatura e na arte. Jô sempre brilhou. Vai deixar saudade", lamentou o ex-governador de São Paulo. "Brasil em luto pelo falecimento de um dos maiores humoristas e uma grande personalidade pública, Jô Soares", escreveu Sergio Moro.

Chefes de Estado como Cláudio Castro (PL), Ratinho Jr. (PSD), Ronaldo Caiado (União Brasil) e Renato Casagrande (PSB) também se manifestaram através das redes sociais.

A causa da morte de Jô Soares não foi divulgada. Ele estava internado desde 28 de julho no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O velório e o enterro serão reservados para familiares e amigos.

Confira abaixo:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.