Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

OPINIÃO

Como os autores da Globo transformariam a treta de Leo Dias e Anitta em novela?

REPRODUÇÃO/TV FAMA/INSTAGRAM

Montagem do jornalista Loo Dias e da cantora Anitta

O jornalista Leo Dias e a cantora Anitta, que protagonizam uma lavação de roupa suja nas redes sociais

RAPHAEL SCIRE

Publicado em 26/5/2020 - 11h26

A lavação de roupa suja entre a cantora Anitta e o jornalista Leo Dias abalou o mundo dos famosos desde domingo (24) e colocou um ponto final definitivo na amizade dos dois. Por muito menos, a rivalidade das atrizes Betty Davis (1908-1989) e Joan Crawford (1904 -1977) virou série pelas mãos do diretor, produtor e roteirista Ryan Murphy.

Em Feud (2017), a briga das divas de Hollywood durante as gravações do filme O Que Terá Acontecido a Baby Jane? (1962) mostrou os bastidores da fama e as aparentes cordialidades entre as estrelas.

Com Anitta e Leo Dias, a baixaria ganhou novos ares: acusações de chantagem, vazamento de mensagens e áudios, além de um festival de ataques que aguçaram a curiosidade do público e mostraram que a história daria uma novela e tanto, com reviravoltas, fofocas e segredos.

Como os principais autores da Globo tratariam a história caso a emissora resolvesse ficcionalizar a treta em uma novela das nove? Confira:

DIvulgação/tv globo

Patricia Pillar e Claudia Raia em A Favorita (2008); personagens ambíguas na trama da Globo


João Emanuel Carneiro

O autor de A Favorita (2008) e Avenida Brasil (2012) brincaria o tempo todo com a ambiguidade dos protagonistas e deixaria no ar a dúvida de quem está falando a verdade. No meio da história, introduziria um trisal, provacaria uma discussão inútil sobre a cura gay e no final os dois fariam as pazes, promovendo o perdão como forma de elevação espiritual.

ALEX CARVALHO/TV GLOBO

Irene Ravache e Tony Ramos em cena de guerra de comida no remake de A Guerra do Sexos


Silvio de Abreu

Além de trazer a trama para São Paulo, o hoje chefão da teledramaturgia da Globo mostraria logo de cara um assassinato que abalaria os bastidores da briga e deixaria em dúvida a identidade do assassino. Os coadjuvantes da fofoca teriam um forte apelo cômico, divertindo o público com ações envolvendo os protagonistas. No final, cada um foge para o exterior, refazendo as vidas como se nada tivesse acontecido.

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Clara (Bianca Bin) em cena de seu retorno triunfal a trama de Outro Lado do Paraíso (2017)


Walcyr Carrasco

Queridinho da audiência, Walcyr não hesitaria em investir em viradas e mais viradas na história. Vazamentos de áudios não seriam nada perto das sex tapes que surgiriam em sua novela, expondo as verdades secretas dos personagens. As famílias dos protagonistas ganhariam peso em núcleos coadjuvantes, com direito a tortadas na cara e muito bate boca.

Divulgação/tv globo

Nanda Costa em cena de Salve Jorge (2012); mocinha sofredora e batalhadora de Gloria Perez


Gloria Perez

Gloria transformaria os dois rivais em par romântico, com uma mocinha bastante voluntariosa. Separados pelas circunstâncias da vida, os dois fariam contato virtual sempre que possível. E não poderia faltar uma ação de merchandising social, que seria desenvolvida por algum coadjuvante citado nos áudios da dupla.

Para completar, todos os famosos envolvidos na fofoca da quarentena fariam uma ponta como eles mesmos em um dos principais cenários da história: a gafieira, aqui transformada em baile funk.

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Claudia Abreu e Malu Mader disputaram a atenção do público em Celebridade (2003)


Gilberto Braga

Para começar, Gilberto pintaria os dois protagonistas com tintas bem mais fortes de vilania, destacando a briga homérica de dois personagens que fazem de tudo para conseguir o que querem. A cantora arrivista e o jornalista sem escrúpulos passariam a perna um no outro o tempo todo, em cenas recheadas de rodas de samba, com o Rio de Janeiro servindo de cenário para as falcatruas de ambos.


Este texto não reflete necessariamente a opinião do Notícias da TV.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você espera ver na TV em 2021?