Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONFLITO POLÍTICO

Com filiação de Bolsonaro, Thammy anuncia saída do PL: 'Já sofri ataques pessoais'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem com Jair Bolsonaro e  Thammy Miranda

Jair Bolsonaro e Thammy Miranda; vereador de São Paulo (SP) saiu do PL após filiação do presidente

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 30/11/2021 - 22h44

Após a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL (Partido Liberal), o vereador de São Paulo Thammy Miranda decidiu sair da legenda. Nesta terça-feira (30), o filho de Gretchen afirmou que o desligamento foi motivado pelas divergências entre os políticos. "Já sofri ataques pessoais", pontuou.

"Com a ida do presidente [Bolsonaro] ao PL, o partido do qual faço parte, estou dando entrada na minha desfiliação, vou sair do partido. Temos ideias diferentes, além de que já sofri ataques pessoais de membros da família do presidente, inclusive contra meu filho, quando ainda era recém-nascido", destacou Miranda em um vídeo publicado no Instagram.

No relato, o vereador disse que não entrou na vida pública para atacar ninguém. "Não entrei para lutar contra políticos e sim para lutar pela nossa gente. Vou seguir fazendo o meu trabalho, pelo qual fui eleito, sem me preocupar com o partido, mas de olho no que as pessoas precisam", complementou.

Em 2020, Eduardo Bolsonaro criticou uma campanha publicitária estrelada por Thammy para o Dia dos Pais. "Mulher como garoto-propaganda do Dia dos Pais, depois homem para o Dia das Mães. E quem falar o contrário, já sabe, né? É gado, é pessoa raivosa, discurso do ódio e fake news. Assim vão te calando e empurrando goela abaixo uma conduta totalmente atípica para padrões brasileiros", escreveu o deputado federal nas redes sociais.

Na manhã desta terça-feira, Bolsonaro se filiou ao PL. O presidente venceu o pleito de 2018 pelo PSL (Partido Social Liberal), mas deixou a sigla em 2019, após divergências com a liderança do partido. O político tentou fundar a própria legenda, a Aliança Pelo Brasil, mas o projeto não saiu do papel.

"Não estamos aqui lançando ninguém a cargo nenhum. Um evento simples, mas de muita importância, que é a passagem para que possamos pleitear algo lá na frente", disse Bolsonaro durante a cerimônia de filiação. Além do presidente, também se filiaram ao PL o senador Flavio Bolsonaro e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Confira o vídeo de Thammy Miranda:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.