Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MULHERES APAIXONADAS

Carolina Dieckmann revela sofrimento nos bastidores de novela; saiba o motivo

Gianne Carvalho/TV GLOBO

A atriz Carolina Dieckmann usa tranças no cabelo como a mocinha Edwiges em Mulheres Apaixonadas (2003)

Carolina Dieckmann interpretou Edwiges em Mulheres Apaixonadas (2003); atriz sofreu nos bastidores

REDAÇÃO

Publicado em 7/7/2020 - 10h46

Carolina Dieckmann revelou que passou por momentos de sofrimento nos bastidores de Mulheres Apaixonadas (2003). Durante as gravações da trama de Manoel Carlos, a atriz terminou o casamento de sete anos com Marcos Frota. "Me lembro de ficar deitada no colo da camareira sofrendo", contou a intérprete de Edwiges.

A atriz comemorou a reprise da novela no canal Viva, a partir de 24 de agosto, e afirmou que sua vida amorosa mudou completamente durante o folhetim. "Mulheres Apaixonadas é uma novela que tenho lembranças tristes e felizes. É uma novela emocionalmente muito presente na minha vida, de dor e de alegria, e decisiva no campo sentimental", desafabou a artista.

"No começo, vivi o final do casamento com o Marcos. Foi um momento que sofri muito. Me lembro de ficar deitada no colo da camareiras sofrendo. Já no finalzinho da novela, foi quando estava começando o meu namoro com o Tiago [Worcman], que foi um momento muito feliz também. Tudo aconteceu dentro dessa novela", relembrou a intérprete em entrevista ao Gshow.

A mãe de Davi, de 21 anos, ressaltou a importância das experiências que viveu na época. "Essas coisas do amadurecimento são tão importantes. Cada passo que a gente dá, cada momento que a gente vive e os personagens, ajudam tanto a entender uma nova perspectiva das nossas próprias vidas. Quando se está fazendo um papel, estamos ali vivendo muitas horas do dia e, quando volta para sua vida, tem sempre uma perspectiva, uma visão diferente", pontuou.

Também no ar no horário nobre da Globo como Teodora na reprise de Fina Estampa, Carolina Dieckmann afirmou que gosta de rever as tramas que fez.

"Dá para matar as saudades. Adoro assistir a meus trabalhos passados, e todos os personagens são importantes. Sempre vejo o personagem como um degrau, um momento único, que não se repete, mas que ajuda a gente a chegar a outros lugares. Então, tudo que fiz antes da Edwiges me ajudou a fazê-la, assim como ela me ajudou para tudo que fiz depois", encerrou ela.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%