Guilhermina Libanio

Atriz de Órfãos da Terra desabafa sobre gordofobia na TV: 'Não adianta ser a única'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Guilhermina Libanio interpreta Cibele em Órfãos da Terra; atriz falou sobre a representatividade da mulher gorda - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Guilhermina Libanio interpreta Cibele em Órfãos da Terra; atriz falou sobre a representatividade da mulher gorda

REDAÇÃO - Publicado em 18/08/2019, às 14h10

Guilhermina Libanio desabafou sobre a falta de representatividade da mulher gorda na televisão. A intérprete de Cibele em Órfãos da Terra contou que recebe mensagens de garotas fora do padrão que se identificam com a personagem. Apesar de ficar feliz com o reconhecimento, a atriz reconhece que ainda falta espaço nos folhetins: "Não adianta ser a única menina gorda da TV, das novelas. Precisamos lutar para mudar isso".

Guilhermina revelou que ficou encantada ao fazer o teste para sua personagem na novela das seis da Globo. "Ela é o máximo. Um raro espaço para uma mulher gorda. E o peso dela quase não é uma questão. Não é por ser gorda que a vida dela anda ou desanda", contou em entrevista a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

"Sei o quanto é importante essa identificação porque eu também sentia falta dela. Achava que não ia ser atriz de TV porque não via esse espaço", disse a atriz ao ser questionada sobre a representatividade de Cibele.

Nas redes sociais, Guilhermina costuma fazer postagens em que incentiva o amor ao próprio corpo. A atriz de 21 anos acredita que a maturidade foi fundamental para seu processo de aceitação: "A gente vai crescendo e vai vendo que não vale a pena tentar ser quem você não é".

"Falo muito sobre o meu processo para que as pessoas saibam que não é de um dia para o outro. É um trabalho árduo. E não é todo dia que a gente acorda e se gosta. Há dias que eu queria o photoshop. Penso nas várias meninas que não terão esse opção e não vão se amar por isso", desabafou.

Confira algumas publicações de Guilhermina:

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

amor é coragem #tb

Uma publicação compartilhada por Guilhermina Libanio (@guilherminalibanio) em

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Essas fotos não tem Photoshop e eu decidi fazer as pazes com o meu corpo. Já faz um tempo, uns 3 anos, mas é difícil! Essas fotos não tem Photoshop mas uma grande parte de mim queria que tivesse. Por que não é fácil viver nesse mundo, ser mulher e não se preocupar em expor seu “defeitos” que geralmente não são defeitos mas nós somos ensinadas a pensar que são. O meu peito não é durinho, em pé. Eu tenho estrias na barriga e na lateral. Eu tenho picadas de mosquitos na perna e eu sou gorda. Essas fotos não tem Photoshop e uma grande parte de mim queria que elas fossem exatamente assim. Porque essa loucura de querer ser perfeita é que me faz retroceder e pensar se tudo o que eu construí nesses 3 anos valeu a pena, se todo esse amor próprio e a autoconfiança valeram de alguma coisa. Em 1 segundo eu coloco a minha autoconfiança em jogo porque o meu peito não tá em pé na foto. E eu choro um pouquinho no banco de trás do uber. E eu lembro o porque eu decidi fazer essas fotos. Porque eu não sou perfeita. As pessoas que vão ver essas fotos também não são perfeitas. Porque um peito impecável não vale a minha minha autoconfiança e eu não vou deixar que ninguém me convença do contrário. Eu não vou deixar que outras meninas acreditem que um corpo “perfeito” vale a sua saúde mental, o seu amor próprio. Então eu to aqui, de biquíni, exposta mas junto de vocês! Trilhar o caminho do amor próprio não é fácil, mas eu sei que não estou sozinha. Obrigada por todo amor e carinho que recebo aqui, seguiremos na luta. Gente bonita é gente feliz. ✨

Uma publicação compartilhada por Guilhermina Libanio (@guilherminalibanio) em

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

CORPO LIVRE

Uma publicação compartilhada por Guilhermina Libanio (@guilherminalibanio) em


Órfãos da Terra

Na novela das seis, Cibele viveu seu primeiro amor com David (Vítor Thiré). Porém, ele acabou morrendo na guerra em Israel. A personagem passou a sentir a presença do namorado morto. As cenas em que a garota tem contato com o espírito de Davi estão emocionando o público que assiste a trama.

Guilhermina também falou sobre o momento difícil da personagem: "Fiquei chocada quando soube que ficaria tão abalada. Mas imagino como deve ser traumático você perder o seu grande amor de uma forma tão brutal".

"Ela era uma menina menina muito animada. Mas acredito que vá ficar bem. Se ela encontrar uma outra pessoa, será lindo. De qualquer maneira, quero que ela seja feliz como era antes do Davi, lutando por um mundo melhor e sem guerra", desejou a atriz.

Guilhermina Libanio revelou que se inspira muito na militância de Cibele: "Ela diz muito do que eu gostaria de dizer. Mas é mais da linha de frente do que eu, ativista. É uma honra de verdade estar vivendo esse papel na TV aberta, sendo assistida por um público tão grande. Estamos na mesma luta: por um mundo mais igualitário, em que as pessoas possam ter mais amor pelos outros e por quem elas são".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook