Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

EMPREGADA MINA

Atriz de Cheias de Charme e Roque Santeiro, Ilva Niño morre aos 90 anos

ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO

Ilva Niño usa casaco branco e uma camisa rosa florida; ela sorri para a câmera

Ilva Niño como Maria Epifânia em Cheias de Charme (2012); ela morreu nesta quarta (12)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/6/2024 - 13h21

Ilva Niño morreu nesta quarta-feira (12), no Rio de Janeiro, aos 90 anos. A atriz é reconhecida principalmente pelo papel de Mina, a empregada doméstica e confidente da viúva Porcina (Regina Duarte) em Roque Santeiro (1985). A causa da morte não foi divulgada, mas ela estava internada no Hospital Quali, em Ipanema, desde 13 de maio, quando passou por uma cirurgia cardíaca.

De acordo com o G1, a previsão é que o corpo seja cremado nesta quinta (13). O local e a data não foram divulgados. Ilva foi casada com Luiz Mendonça e teve um filho, Luiz Carlos Niño, mas ambos já morreram.

A atriz nasceu em Floresta, Pernambuco, onde começou sua carreira. Ela participou de um curso de teatro grego ministrado pelo autor Ariano Suassuna (1927-2014) e se apaixonou pela profissão.

Na sequência, se juntou ao Movimento de Cultura Popular e começou a apresentar espetáculos diversos pelo Brasil --dentre elas, O Auto da Compadecida, escrito pelo próprio Suassuna, Berço do Herói e O Pagador de Promessas, de Dias Gomes (1922-1999).

Ilva se mudou para o Rio de Janeiro com o marido em 1964 e conseguiu um contrato com a Globo depois que Dias Gomes assinou com a emissora. Neste período, a atriz trabalhou em Verão Vermelho (1969), Bandeira 2 (1971), Gabriela (1975), Pecado Capital (1975) e Feijão Maravilha (1979).

Mas foi em Roque Santeiro que a atriz passou a ser ainda mais reconhecida pelo público. "Uma pontinha de nada em Roque Santeiro, e a Mina não morreu nunca, até hoje todo mundo grita pela Mina na rua. Foi um grande sucesso, merecidamente um grande sucesso. Dias fez uma parte, depois Aguinaldo Silva pegou a outra parte e continuou o grande sucesso", disse Ilva Niño ao Memória Globo sobre o sucesso da personagem.

Depois disso, a atriz emendou uma série de trabalhos. Água Viva (1980), Partido Alto (1984), O Outro (1987), Bebê a Bordo (1988), Pedra sobre Pedra (1992), História de Amor (1995), Terra Nostra (1999), Senhora do Destino (2004), Sete Pecados (2007), Cordel Encantado (2011) e Saramandaia (2013) foram alguns deles.

A atriz também fez uma participação em Alma Gêmea (2005) e teve um papel em Cheias de Charme (2012), que estão sendo reprisadas pela Globo. 

Em 2016, a atriz promoveu a reabertura do Teatro Niño de Artes Luiz Mendonça, na Lapa, na região central do Rio. Fechado durante dois anos, o local reabriu as portas com a proposta de trazer para a área um espaço para a exibição de espetáculos teatrais e musicais. 


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.