Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

THOMAZ COSTA

Após trocar socos, ator de Carrossel acusa pai de ficar com parte de sua riqueza

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Reprodução de imagem de Thomaz Costa dentro do carro e com a mão na cabeça

Thomaz Costa em publicação no Instagram; ator fez acusações contra o pai no Cidade Alerta desta segunda (8)

REDAÇÃO

Publicado em 8/6/2020 - 20h24

Em entrevista ao Cidade Alerta nesta segunda-feira (8), Thomaz Costa acusou o pai, Roberto Costa, de se apropriar indevidamente de parte de sua riqueza. O intérprete de Daniel Zapata em Carrossel (2012) afirmou para o apresentador Luiz Bacci que, desde o início do processo de separação dos pais, existe uma briga familiar por causa do seu patrimônio. Em 2018, pai e filho chegaram a trocar socos após uma discussão.

No programa policial, o ator explicou que sua mãe, Luciana Santos, pediu a divisão de bens no pedido de divórcio. No entanto, está incluso no patrimônio da mãe os bens adquiridos com o dinheiro de Thomas, pois ela era responsável por administar os recursos financeiros enquanto ele era menor de idade.

"Ele está realmente querendo levar tudo o que é nosso, não tem nada dele. O que tivesse dele, eu me prontifiquei a dar para ele. Se tiver um carro que seja dele por direito, que ele construiu e batalhou [para comprar], faço questão de devolver. A questão é que ele está querendo o que é meu e da minha mãe", afirmou o ator.

"Hoje ele não está mais trabalhando como na época de Carrossel. Mas, naquele momento, o Thomaz produziu e ganhou muito. Ganhou mais do que eu, mas o patrimônio vai ser dele. Com o dinheiro, compramos um pedaço de apartamento, reformamos tudo. Mesmo sendo menor de idade, tudo foi feito com o consentimento", complementou a mãe.

Na matéria, a repórter Grace Abdou explicou que a família de Thomaz ampliou o espaço do apartamento ao comprar, com o dinheiro do ator, o imóvel vizinho. No entanto, com o divórcio, é necessário vender a propriedade para que o pai fique com uma parte do valor, um dos exemplos da briga pelo patrimônio.

Outro exemplo também seria um carro da marca BMW, modelo M1351, avaliado em R$ 300 mil reais e adquirido pelo ator. Ao ser questionado pela repórter, Roberto afirmou que não sabe se o veículo está no processo. "Claro que não tem [dinheiro do Thomaz no processo]. Não quero nada do que é dele, quero da minha separação, do que eu e a Luciana construimos juntos", disse o pai do ator.

Entenda o caso

Em 2018, o ator revelou a briga com o seu pai nas redes sociais. Segundo Thomaz, o pai é alcoólatra e já agrediu sua mãe. Nessa época, eles já estavam divorciados e um dos motivos para o fim do casamento seria o vício de Roberto em bebidas alcóolicas.

No mesmo ano, em uma discussão, pai e filho trocaram socos e xingamentos e a polícia foi chamada para intervir no caso. No entanto, Thomaz não realizou um boletim de ocorrência contra o pai para evitar a prisão de seu responsável. Dias depois, o ator mudou de cidade após ameaças de morte feitas por Roberto.

Na entrevista ao Cidade Alerta, a mãe do ex namorado de Larissa Manoela reforçou que deseja que Thomaz entre na Justiça contra Roberto para proteger o patrimônio do filho. "Tentei preservar durante todo esse tempo, empurrando com a barriga essa relação de pai e filho que sempre quis ter. Mas isso é algo que ele mesmo está destruindo", finalizou o ator.

Confira alguns trechos da matéria exibida no Cidade Alerta:

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Outubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco original

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas