Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INCÔMODO

Após crise no casamento, Sabrina Sato confessa 'puxão de orelha' de Duda Nagle

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Duda Nagle e Sabrina Sato em ensaio fotográfico

Duda Nagle e Sabrina Sato; apresentadora entregou puxão de orelha do marido por exposição

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 26/5/2022 - 18h27

Sabrina Sato admitiu que recebe alguns puxões de orelha de Duda Nagle por causa da exposição do seu casamento. Após vivenciar uma crise na relação, a apresentadora afirmou nesta quinta-feira (26) que o ator a adverte sobre esses comentários íntimos, mas que não implica tanto por conhecer o comportamento da mulher.

"O Duda sempre chama a minha atenção quando exponho muito a nossa relação, igual agora, estou expondo de novo (risos). Mas, ao mesmo tempo, a pessoa te conheceu como? Eu já sambava, fazia isso e aquilo, por isso ele não implica tanto, já sabe como sou, me conhece e me ama do jeito que sou", pontuou Sabrina em entrevista ao programa De Lado com Fefito, do UOL.

A integrante do Saia Justa, do GNT, comentou sobre a sua relação com a fama e o dinheiro: "Prefiro a fama, acho que ela traz dinheiro. Eu prefiro mais o meu trabalho, aí depois a fama, depois o dinheiro. Minha mãe e meu irmão sempre falam isso, nunca sei quanto estou ganhando. Fiz um evento, se me perguntarem, não sei".

"Quando comecei a trabalhar, fui garota do tempo do jornal O Dia, fui bailarina no Faustão, fazia um monte de figuração na Globo, até naquele Linha Direta [1999-2007]. Nunca fui buscar meu cachê, não estava nem aí para nada. Sempre só me preocupava com o trabalho", complementou.

No bate-papo, Sabrina também disse que "quase nunca pegou famosos" quando era solteira. "Nunca peguei sertanejo, cantor, jogador de futebol, sou só amiga de todo mundo. Ninguém chegava em mim", recordou.

Confira a entrevista:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.