Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESABAFO

Andressa Urach chora e culpa Universal por piora de Borderline: 'Fé burra'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Imagem de Andressa Urach chorando

Andressa Urach em vídeo publicado no YouTube; ex-modelo chorou ao falar de crises de Borderline

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/1/2022 - 10h47

Andressa Urach usou as redes sociais na noite de quarta-feira (12) para fazer um desabafo sobre suas crises do transtorno de Borderline. A modelo revelou em outubro de 2021 que sofre com a doença e culpou sua relação com a Igreja Universal pela piora dos sintomas. "Tinha uma fé burra, achava que poderia ser demônio", declarou ela, aos prantos.

"Durante muitos anos eu resisti ao tratamento médico, minha mãe e meu marido não aceitavam a minha doença. Eu passei seis anos na igreja e passei por uma decepção muito grande com eles", começou ela, durante uma live feita no YouTube.

"Sabe quando algo é sua razão de viver? Essa ruptura, esse mal que aconteceu, quase me levou à loucura", desabafou, em meio às lágrimas. "Eu me entreguei demais, e tudo que é demais é ruim na nossa vida. Precisa ter equilíbrio. Eu mergulhei no fanatismo da religião e me excluí do mundo", confessou a ex-Miss bumbum.

"Tinha tanto medo de pecar contra Deus. Tinha medo de ir ao médico porque, muitas vezes, a gente é orientado que alguns problemas e doenças são demônios", relatou Andressa. "Eu sei que existe o mundo espiritual, acredito nisso, mas nem tudo são espíritos. Tem coisa que realmente é o nosso corpo, nosso organismo e nossas células", ponderou.

Por acreditar que o Borderline se tratava de um demônio, graças ao seu convívio com a Igreja Universal, a ex-Fazenda não tomou os remédios necessários para o tratamento. "Eu continuo amando Jesus e acredito em milagres, mas nem sempre eles acontecem. Então não é adequado não tomar medicação, não é uma fé inteligente colocar a saúde em risco", avaliou ela.

"Tudo isso, quando a pessoa está na igreja, pensam que é demônio. Deixa a pessoa pior ainda, como se você nunca fosse bom o suficiente para alcançar Deus. A gente é tachado como endemoniado e louco", entregou ela. "Fiquei por muito tempo com medo de Deus me castigar por ser assim, ter um turbilhão de emoções. Nem Jesus coloca esse fardo sobre e gente", concluiu ela.

Andressa ainda contou que se afastou da própria família por causa do fanatismo religioso. "Não conversava com mais ninguém a não ser pessoas de dentro da igreja. Não ouvia mais música, não via mais TV, não vivia mais. Minha vida era só Bíblia e ir para a igreja porque tinha muito medo de Deus", relatou ela. 

Confira o desabafo completo abaixo:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.