Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

CONFUSÃO E CHORORÔ

BBB 24: Thalyta pega Juninho falando dela, tira satisfação e espalha fofoca pela casa

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Thalyta Alves está séria e exprime deboche no BBB 24

Thalyta Alves flagrou Juninho falando dela e debochou do motoboy antes da discussão no BBB 24

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/1/2024 - 9h09

O desentendimento entre Thalyta Alves e Juninho se estendeu por toda a madrugada do BBB 24. Os dois relataram a discussão para diferentes pessoas, expondo seus pontos de vista e ressaltando a mágoa por estar no paredão. Mas o caldo entornou mesmo quando a sister pegou o motoboy dando sua versão da briga para Lucas Luigi e Matteus Amaral. Ela retrucou, e eles iniciaram uma nova discussão que perdurou horrores no reality show.

Afinal, depois da briga, eles ganharam mais material para fofocar pela casa. Thalyta chorou e disse que o carioca foi machista ao levantar a voz com ela. Boa parte da casa comprou sua versão ou a acolheu nos momentos de crise. Giovanna Pitel e Beatriz Reis a abraçaram --apesar de a vendedora admitir ter medo de tomar lados numa situação que não presenciou.

Mas Juninho não fez questão nenhuma que a briga ou seus comentários sobre ela fossem privados. Durante a conversa com os colegas no banheiro, ele relatou tudo em alto e bom som --sem se importar se Thalyta ouviria.  "Cheguei ali na pia, ela tava com um prato, eu cheguei ali pra ela só pra falar: 'Olha só, se quiser levar a saidinha depois, a gente leva de boa'. [Respondeu:] 'Não, então vamos levar agora!'. Já toda reativa de novo, né?", começou ele.

O motoboy se referia a uma briga anterior à formação de paredão. Ele e Thalyta se enfrentaram quando a mineira se recusou a combinar uma estratégia com os ex-integrantes do Puxadinho. A essa altura do relato, a advogada já estava prostrada à porta do banheiro, calada e ouvindo tudo. Ela só se manifestou quando o ex-contador a chamou de reativa.

"Depois de você gritar, né?", questionou ela. "Já falei que eu gritei, e já falei que eu pedi desculpa. E eu não gritei, eu só falei um pouco mais alto", devolveu o fluminense. "Aham, tranquilo", debochou a jovem.

Mas ele não lhe deu ouvidos. "Aí , beleza. Ela falou: 'Vou tomar meu banho e vou lavar o cabelo'. Aí ela foi, pum, vou tentar seguir a rotina. Aí ali no meio da galera ela começou a falar de novo. 'Ah, então, mano, vai lá, senta lá no cantinho pra gente conversar'. Mano, para eu falar uma palavra, eu devo ter levado uns 40 minutos", reclamou ele.

A mina falou, me atravessou, falou, me atravessou. Aí eu falei: 'Então tá bom, eu vou deixar você falar e depois eu falo'. Falou, falou, falou, falou, falou... Eu falei: 'Caralho'. Eu entendi o ponto de vista, continuou falando. Redundância o tempo todo.

"Uai, por que tu não falou 'não quero mais conversar'?", interrompeu a ex-office girl. "Porque eu estava tentando me fazer entender", retrucou o carioca. "E eu estava tentando explicar minha situação", arrematou ela. O homem voltou a ignorá-la e a se concentrar em seu relato. 

"Foi o que está acontecendo exatamente agora. Comecei a falar, falar, e ela: corte, corte, corte. Beleza, vamos sentar lá na varanda. Porque, até então, tinha um assunto que já tinha sido iniciado na cozinha, tá ligado? A pessoa fala: 'Não, eu não escutei isso, não. Aí foi a Raquele [Cardozo] e te cortou, eu escutei! Aí a Giovanna: 'Eu escutei, mas...'. Deu uma de joão-sem-braço, e a próxima do meu voto é ela", cravou ele, sem medo.

A advogada chamou Giovanna para a conversa, mas Juninho não se intimidou. "Deu uma de joão-sem-braço. E aí, o que aconteceu, nessas de dar uma de joão-sem-braço? Você ficou querendo jogar umas coisas nas minhas costas que eu não fiz", reiterou o brother. "Eu falei que não ia combinar, que não ia ficar votando", devolveu ela.

"Tranquilo, mano. Primeiro que eu não falei qual era o meu voto", argumentou o integrante do Puxadinho. "Não, não foi de combinar voto. Você falou assim: 'A gente não se vota'. E eu falei: 'Não vou fazer isso'. Porque...", continuou ela.  "Porque você já estava na intenção de votar em mim, sabe por quê? Porque vocês do Puxadinho, nós do Puxadinho, a gente entrou junto, mas vocês estão com a concepção..."

Ela disse que eles até podem ter entrado junto, mas cada um sairá de lá sozinho. Rodriguinho, que se uniu aos demais no banheiro no decorrer da briga, percebeu que a advogada estava prestes a sair do controle e a guiou para fora dali.

Entenda a briga entre Thalyta e Juninho

A desavença entre os brothers começou quando Davi Brito propôs que ele, Juninho, Lucas Henrique, Giovanna Pitel, Isabelle Nogueira, Thalyta e Raquele se aliassem: "Nosso grupo, que entrou como Puxadinho, está meio perdido no jogo. A gente precisa trocar uma ideia séria".

A conversa seguiu até o momento em que os ânimos ficaram exaltados. Juninho argumentou que Thalyta não se interessa em conversar com ele. "Você passa por mim e nem me olha no olho", declarou. A mineira, então, questionou o motivo de o brother estar gritando e pediu para ele abaixar o tom de voz.

Após a discussão, Thalyta desabafou com outras sisters: '"Eu não tinha nada contra o Juninho, só que eu estava com questões. Não tenho que ver um cara ficar gritando comigo em rede nacional". Pouco depois, o carioca chamou a advogada para uma conversa e se desculpou por ter se exaltado.

Mas isso não impediu que ela votasse nele, assim como Giovanna, Isabelle Nogueira e Raquele o fizeram. "Eu não gostei que ele gritou comigo hoje. Não vim aqui para gritar com os outros, para os outros gritarem comigo, afirmou a advogada. O motoboy caiu na berlinda e usou o contragolpe para puxar Thalyta, consagrando de vez a rivalidade.


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.