Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA NO PROGRAMA

Até Tadeu Schmidt temeu o cancelamento no BBB 22: 'Responsabilidade enorme'

REPRODUÇÃO/GLOBO

Tadeu Schmidt no estúdio do Encontro desta sexta-feira (29); ele veste um moletom cinza e segura um microfone com as duas mãos

Tadeu Schmidt no Encontro; o apresentador revelou que teve medo de ser cancelado no BBB 22

Tadeu Schmidt revelou no Encontro desta sexta-feira (29) que teve receio de ser cancelado pelo público do BBB 22. "Eu tinha medo mesmo, porque a gente vinha de dois dos maiores apresentadores da história da televisão, o [Pedro] Bial e o Tiago [Leifert]. Então eu tinha a responsabilidade enorme de fazer bem, não queria ser odiado, não queria ser cancelado", declarou.

Segundo o apresentador, apesar do medo das críticas negativas, ele se surpreendeu com a recepção da audiência: "Eu tinha a expectativa de fazer alguma coisa que fosse bacana, que não tivesse uma rejeição, que não falassem 'como foi ruim o Tadeu', 'como o Tadeu mandou mal'".

"O resultado foi tão maior do que qualquer coisa que eu pudesse imaginar, foi tão legal. Eu nunca recebi tanto carinho, tanto amor como eu recebi agora dos meus queridos BBBs, das minhas queridas BBBs e do público", detalhou.

Schmidt também falou sobre parte da preparação para fazer os discursos de eliminação: "Os discursos tinham características diferentes, uma coisa que eu queria era que os discursos não fossem todos iguais. Tinham alguns tipos diferentes, no começo tinha muito de dar informações para as pessoas. No começo a gente precisou falar pra eles 'vocês não tão jogando', 'quem não jogar vai sair'".

"Depois tinha a coisa do suspense, que eu gosto muito de manter. E depois tinha situações muito bacanas que a gente precisava falar, que eu precisava de tempo e que eu precisava focar em determinada pessoa, falar dela porque ela estava saindo. Foi o caso da Lina, o caso da Nat. A minha preocupação sempre era mostrar a importância dessas pessoas, o carinho por todos é enorme", explicou.

Ainda no Encontro, o apresentador do Big Brother Brasil também reclamou da falta de tempo que teve para interagir com os participantes da temporada: "Uma coisa que eu ouvi de vários é que a gente conversava pouco, eu queria conversar mais. Mas a gente conversou demais, eu pedia toda hora: 'Deixa eu conversar mais com eles'".

"A gente ia no limite, porque tinha provas e atividades longas. Mas esse contato era das minhas coisas preferidas, chegar lá e conversar com eles", finalizou.

Confira abaixo trechos da participação de Tadeu Schmidt no Encontro:


Saiba tudo sobre reality shows com o podcast O Brasil Tá Vendo

Ouça "#75 - Melhores e piores do BBB22!" no Spreaker.


Últimas de BBB22

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.