Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

RIVAIS NO COMANDO

A Grande Conquista 2: Kaio puxa Brenno para ser dono da Mansão e promove caos

REPRODUÇÃO/PLAYPLUS

Brenno Pavarini e Kaio Perroni estão em pé e lado a lado na sala da Mansão de A Grande Conquista 2

Brenno Pavarini e Kaio Perroni delegaram as tarefas em A Grande Conquista 2: donos são rivais

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/6/2024 - 7h45

Kaio Perroni venceu a dinâmica da Troca de Poder e escolheu Brenno Pavarini, seu rival no jogo, para dividir o cargo de dono da Mansão em A Grande Conquista 2. Os dois discutiram após a delegação das tarefas e deram indícios de que a liderança não será nada harmoniosa no reality show.

Após a eliminação de Bruno Cardoso na noite de quinta (20),  o ator provocou o militar. "Outra pessoa que sai porque compra a sua briga", soltou ele.

O oficial do Exército chamou o rival de falso e recordou que ele também colocou o palhaço na zona de risco. Kaio ainda se desentendeu com Guipa antes de disputar a prova.

A atividade, chamada de Bingo da Conquista, exigia sorte. Cada jogador tinha que marcar sua trinca da sorte em uma cartela gigante, enquanto Rachel Sheherazade fazia o sorteio dos nomes ou números. O primeiro a gritar "bingo", vencia a prova e ainda embolsava um prêmio de R$ 10 mil.

Kaio levou a melhor e puxou Brenno para dividir o cargo --ciente de que um dos donos será indicado para a próxima berlinda.

Falta de consenso

De volta à Mansão, os dois debateram a delegação de tarefas. O militar sugeriu que cada um desse um nome para determinada função, mas foi difícil estabelecer um consenso entre os rivais.

Depois, eles reuniram os conquisteiros na sala para anunciar suas decisões. Brenno chamou Hideo Matsunaga para a suíte, e Kaio convidou Anahí Rodrighero e Geni Grohalski.

Os novos donos determinaram a distribuição de tarefas domésticas da seguinte forma: Guipa e Taty Pink terão de cuidar da cozinha; Lucas de Albú e Any farão a limpeza e a manutenção da área interna; enquanto dona Geni e Fernando Sampaio serão responsáveis pela área externa.

Após a delegação, Kaio quis explicar a divisão: "Lizi, a minha vontade era te colocar [na faxina]. Mas eu não vou devolver na mesma moeda. Acho que quem tá sobrecarregado mantém o mesmo critério. O único nome que eu não abri mão foi o seu, Guipa, na cozinha. Acho que tudo que vai tem que voltar".

"Se for assim, eu tô com dor na coluna e não vou limpar", reclamou Geni. O militar, então, disse que convidou a senhora para a suíte justamente para ela descansar.

"Só que ele tá me colocando lá fora", queixou-se ela. "Infelizmente eu tentei entrar em consenso com ele", afirmou Kaio. "Eu coloquei porque a senhora gosta de aguar as plantas", zombou Brenno.

"Lembrando que a limpeza é das panelas da cozinha?", questionou Guipa. "Isso, se você não souber cozinhar não tem problema. É só fazer a faxina", orientou o oficial do Exército.

Discussões sem fim

Depois, Brenno foi atrás do rival para reclamar da postura dele. "Se tudo que a gente for conversar você passar para as pessoas, fale que você discordou de todos os nomes que eu dei antes", disparou o modelo.

"Eu vou conversar com quem eu achar que devo que conversar. E você conte o que achar que deva contar", retrucou Kaio. "Faz o que quiser. Só fale antes que você não concordou com nenhum outro nome que eu coloquei. Só não distorça", exigiu o ator.

"Cada um escolheu um nome. Os motivos? Você conta o que quiser contar", afirmou o militar. "Você só cedeu porque já era o quarto nome que discordou", pontuou Brenno.

"Quero revezamento, foi o motivo que tirei a Lizi", alegou Kaio. "Você deu o nome da Lizi, não fui eu", rebateu o ator. "Mas depois eu tirei por questões de revezamento", insistiu o militar. "Então cala a boca", disparou o modelo.

"Começaram bem, soldados", debochou Guipa. "É bom ser escalado no que não quer, né?", afrontou Kaio. "Eu sempre lavo a louça, tá suave. Vou colocar a mão na massa e trabalhar", afirmou o comunicador.

Confira a discussão:


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.