Televisão

Antônio Calmon

Globo reprova novela, e autor de Vamp bate recorde na 'geladeira'

Renato Rocha Miranda/TV Globo

Antônio Calmon em 2010, no lançamento de Na Forma da Lei, seu último trabalho na Globo - Renato Rocha Miranda/TV Globo

Antônio Calmon em 2010, no lançamento de Na Forma da Lei, seu último trabalho na Globo

DANIEL CASTRO - Publicado em 14/01/2017, às 06h55 - Atualizado em 16/01/2017, às 04h55

Fora do ar desde a série Na Forma da Lei, encerrada em agosto de 2010, o escritor Antônio Calmon vai bater recorde de permanência na "geladeira" da Globo. Autor da clássica Vamp (1991), o veterano voltaria a ver seu nome nos créditos de uma novela início de 2018, mas os primeiros capítulos de sua Barba Azul foram reprovados pela direção de dramaturgia da emissora, e o projeto foi arquivado. Em seu lugar, entrará Anos Incríveis (nome provisório).

Calmon já está há seis anos e meio sem emplacar nenhum trabalho novo. Com a rejeição de Barba Azul, ficará mais alguns anos _isso se não deixar a emissora. Entre os autores considerados do primeiro time, já supera Lauro César Muniz, que, após a minissérie Aquarela do Brasil (2000) não conseguiu mais aprovar nenhum projeto, e deixou a emissora em 2005, rumo à Record. Euclydes Marinho esperou seis anos entre a novela Desejos de Mulher (2002) e a minissérie Capitu (2008), mas nunca foi um autor top e produtivo.

Barba Azul seria a substituta de Pega Ladrão, da estreante Cláudia Souto, que entrará no lugar de Rock Story, atualmente no ar. É a segunda novela das sete reprovada na sequência. Antes, a sucessora de Pega Ladrão seria uma trama de Rui Vilhena, autor de Boogie Oogie (2014).

O folhetim de Antônio Calmon e Guilherme Vasconcelos trataria de um homem poderoso. Ele teria o apelido de Barba Azul porque teve muitas mulheres, e todas desapareceram sem deixar rastros. A direção de dramaturgia da Globo gostou da sinopse, mas os primeiros capítulos decepcionaram.

Anos Incríveis, que ocupará seu lugar, está sendo escrita por Izabel de Oliveira (coautora de Cheias de Charme, 2012, e Geração Brasil, 2014) e Paula Amaral. A direção caberá Jorge Fernando.

A novela será ambientada no início dos anos 1990. Mostrará o impacto na vida dos brasileiros do Plano Collor (1990), que confiscou as cadernetas de poupança, e as frustrações de um trio musical infantil, que fez muito sucesso na década anterior.

O amazonense Antônio Calmon, 71 anos, foi um dos principais nomes da faixa das 19h da Globo nas décadas de 1990 e 2000. Foi atraído pela Globo após o sucesso do filme Menino do Rio (1981), que escreveu e dirigiu. Trabalhou na série Armação Ilimitada, nos anos 1980, e decolou como autor de novelas com Top Model (1989). Também escreveu Cara & Coroa (1995), Corpo Dourado (1998) e O Beijo do Vampiro (2002). Sua última novela foi a fracassada Três Irmãs, em 2008.

Com o cancelamento de Barba Azul, Calmon completará em 2017 sete anos na "geladeira" da Globo. E esse número deve aumentar.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Compartilhe: Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter Compartilhe no Twitter

Curta no Facebook Curta no Facebook
Siga no Twitter Siga no Twitter

Leia também

+ Lidas

1

Ícone da teledramaturgia, Tarcísio Meira se afasta de novela da Globo

2

Segundo Sol: Luzia vira traficante e descobre que Manuela será morta

3

Isabella Fiorentino já foi traída por melhor amiga: 'Ficou com meu noivo'

4

Segundo Sol: Roberval dá esculacho ao descobrir que Zefa é mãe de Edgar

5

Deus Salve O Rei: Otávio foi casado com bruxa nobre e é o pai de Selena

ENQUETE

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Vivian Amorim (BBB17) e Ana Clara Lima (BBB18): novas apresentadoras espantaram o público - REPRODUÇÃO/TV GLOBO
Catarina (Bruna Marquezine) pegará um punhal para assassinar capanga em Deus Salve o Rei - Isabella Pinheiro/TV Globo
Agenor (Roberto Bonfim) enxotará Rosa (Letícia Colin) de casa em Segundo Sol - Reprodução/Globo
Julieta (Gabriela Duarte) não consegue se entregar a Aurélio (Marcelo Faria) em Orgulho e Paixão - Fotos: Reprodução/TV Globo