SBT

Pane na telefonia, dentadura e 'i de escola': há 20 anos, SBT estreava o Fantasia

Divulgação/SBT

Tânia Mara (à esq.), Amanda Françozo, Adriana Colin, Jackeline Petkovic e Débora Rodrigues - Divulgação/SBT

Tânia Mara (à esq.), Amanda Françozo, Adriana Colin, Jackeline Petkovic e Débora Rodrigues

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 01/12/2017, às 05h34

Há exatos 20 anos, em 1º de dezembro de 1997, estreava no SBT o programa Fantasia, que marcou as tardes da emissora. Inicialmente apresentado por Débora Rodrigues, Valéria Balbi, Adriana Colin e Jackeline Petkovic, a atração fez um sucesso tão grande que foi revivido pelo SBT outras três vezes. Saiu do ar definitivamente em 2008.

No Fantasia, o público ligava para participar de uma série de games, como Batalha Naval, no qual precisavam encontrar a localização dos navios ocultos, ou Na Boca do Forno, em que uma pizza era escondida em um dos três fornos móveis e o telespectador precisava dizer em qual deles o alimento estava. Quem acertava ganhava prêmios em dinheiro. 

Silvio Santos tinha tanto carinho pelo projeto que cuidou pessoalmente dos ensaios, participou da escolha das apresentadoras e da definição do visual de cada uma. A repercussão, porém, foi muito além da esperada e causou uma pane na telefonia de todo o país.

Duas décadas depois, as pessoas ainda se lembram com carinho da dancinha realizada pelas jovens atraentes. E recordam, com ótimo humor, das gafes ditas pela apresentadora da segunda fase, a ex-dançarina Carla Perez _o conhecimento dela desafiava até a gramática.

O Fantasia também serviu como um celeiro de talentos, lançando várias artistas que estão até hoje na TV. Passaram por lá atrizes de novelas, apresentadoras, uma cantora e até uma jornalista que atualmente é âncora da Globo.

Confira cinco curiosidades sobre o programa Fantasia, que completa 20 anos:

reprodução/sbt

Débora Rodrigues no Fantasia: após pane na telefonia, ligações passaram a ser cobradas

Pane telefônica
Logo em sua primeira semana, o Fantasia conseguiu um sucesso acima do esperado. A quantidade de pessoas tentando ligar para o SBT foi tão grande que o sistema de telefonia do país teve uma pane. "Paramos o Brasil. Tivemos que pedir para as pessoas pararem de telefonar, porque os hospitais e a polícia também estavam sem sistema", lembra Débora Rodrigues. Depois da crise, o programa trocou o telefone 0800 (gratuito) por um 0900, que cobrava pela ligação.

divulgação/sbt

Jackeline, Valéria, Débora e Adriana: mudança nos looks antes da estreia para diferenciá-las 

Trato no visual
Antes da estreia, as quatro apresentadoras iniciais passaram por uma verdadeira transformação em seus looks. Jackeline Petkovic, que tinha cabelo muito comprido, que ia abaixo da cintura, precisou cortá-lo na altura dos ombros. "Eu escureci o meu tom e me deram um corte chanel, para ficar bem diferente do das outras meninas", conta Valéria Balbi. Já Débora Rodrigues fez um tratamento dentário para deixar para trás os dias de sem-terra. "O dentista me deu o mesmo sorriso do Silvio, mas minha boca era pequena, parecia que eu estava de dentadura", diz ela, aos risos.

reprodução/sbt

Carla Perez comandou o Fantasia entre 1998 e 1999: erros ao vivo rendem piadas até hoje

'I' de escola?
Em novembro de 1998, o programa virou semanal e ia ao ar todo domingo, com apresentação de Carla Perez, ex-dançarina do É o Tchan. Ao vivo, a loira soltou várias pérolas que entraram para a história da TV brasileira.

Uma das mais lembradas foi quando, durante um jogo, perguntou a uma participante de nome Rita se ela tinha dito a letra I. "I de escola?", soltou ela. "Não, I de isqueiro", respondeu Rita. "Letra E de isqueiro?", inverteu Carla. "Não! I de igreja", insistiu a participante. A cena foi acompanhada pelo fantoche Xaropinho, que se pronunciou sobre toda a confusão com seu tradicional bordão: "Rapaaaaaz".

reprodução/sbt

Enquanto esperavam a resposta de quem telefonava, as garotas dançavam para passar tempo

Dancinha famosa
Até hoje, a coreografia realizada pelas dançarinas do programa enquanto aguardavam a resposta do participante é lembrada pelo público. "Sempre me param na rua e fazem aquele passo de colocar a mão no relógio de pulso e depois na cabeça, que todo mundo dançava no programa", revela Débora, que leva a brincadeira na esportiva. "Mostra o carinho que todos ainda têm pelo Fantasia."

reprodução/sbt

A jornalista Izabella Camargo e a atriz Ellen Rocche começaram suas carreiras no Fantasia

Celeiro de artistas
Com dezenas de garotas servindo como assistente de palco, várias conseguiram se destacar e conquistar um espaço maior na TV. As primeiras foram Tânia Mara e Amanda Françozo, promovidas a apresentadoras com a saída de Valéria Balbi. Tânia virou cantora e é casada com o diretor Jayme Monjardim, da Globo; já Amanda atualmente comanda um programa na Rede Brasil.

Também passaram pelo time de meninas do Fantasia: as atrizes Fernanda Vasconcellos, Ellen Rocche e Viviane Porto; a assistente de palco do Ratinho, Milene Pavorô; a apresentadora Patrícia Salvador; a modelo e atriz Lívia Andrade, que segue no SBT como destaque do Jogo dos Pontinhos; a apresentadora Millena Machado (do Auto Esporte); e a jornalista Izabella Camargo, do mapa-tempo do Hora 1 e do Bom Dia Brasil.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

Notícias da TV Recomenda

Vikings

Vikings

Ficha técnica: Aventura, Histórico, Irlanda/Canadá, 2013. Criação: Michael Hirst. Elenco: Travis Fimmel, Katheryn Winnick, Gustaf Skarsgård, Alexander Ludwig. Disponível no Now.

Sinopse: A série mostra a história do viking Ragner Lothbrok (Travis Fimmel), um dos mais conhecidos heróis nórdicos e considerado o flagelo da Inglaterra e da França. Entre o romance com Lagertha (Katheryn Winnick) e a relação com os três filhos, há guerras, destruição e muita pilhagem.

Por que assistir: A primeira produção de ficção do History Channel já foi indicada a 11 categorias técnicas do Emmy, de efeitos especiais a maquiagem, mas também chama a atenção por seu elenco: a quinta temporada conta com o reforço de Jonathan Rhys Meyers, ganhador do Globo de Ouro e do festival de Monte-Carlo. Com muita violência e mulheres empoderadas, a série tem atrativos para todos os públicos.

Assista agora no NOW

+ Lidas

Bloco de Notas

Amor acaba

Gillian Jacobs e Paul Rust em Love; comédia termina com a terceira temporada - Divulgação/Netflix A terceira temporada de Love será a última. A comédia da Netflix, do showrunner Judd Apatow (Girls), retornará com novos episódios em 9 de março, com a oportunidade de dar um desfecho apropriado à história ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Quem você gostaria que substituísse Cátia Fonseca no Mulheres?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook
Fechar