Humor

Em última cartada para continuar na TV, Pânico negocia com a Record

Reprodução/Band

Emílio Surita, apresentador do Pânico: programa anárquico pode migrar para a Record - Reprodução/Band

Emílio Surita, apresentador do Pânico: programa anárquico pode migrar para a Record

DANIEL CASTRO - Publicado em 07/11/2017, às 06h18

Você conseguiria imaginar um programa como o Pânico em uma emissora do bispo Edir Macedo? Pois esse acontecimento inusitado deixou de ser tão improvável nos últimos dias. A Record e a rádio Jovem Pan, dona do formato do Pânico, estão negociando um acordo que pode garantir a sobrevivência do humorístico por pelo menos mais um ano. A atração deixará de ser veiculada pela Band no final do ano.

Vice-presidente comercial da Record, Walter Zagari almoçou com Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, dono da Jovem Pan, há duas semanas. O que parecia apenas uma sondagem, no entanto, foi levado a sério. A Record está fazendo estudos de viabilidade de grade e comercial para ter o programa de humor em 2018.

Na emissora, se especula que o Pânico poderia ocupar as noites de sextas-feiras, no lugar do Legendários, ou continuar aos domingos, com um rearranjo de grade. Há duas possibilidades em análise: contratar os humoristas individualmente ou indiretamente, por meio da Jovem Pan.

Pouca gente na Record, no entanto, acredita que a negociação vingará. Argumentam que não há espaço na emissora para um programa que dá "close" em bumbum de panicat. Para se tornar viável na Record, o Pânico teria de ser um outro programa.

Negociação com a Band
Advogados da Jovem Pan e da Band ainda negociam uma rescisão contratual amigável. O atual contrato vale por mais uma temporada, e a emissora de rádio exige o pagamento de uma multa de R$ 10 milhões.

A Band decidiu encerrar a parceria com o Pânico, iniciada em 2012, porque considera o programa caro demais. A atração perdeu 35% de seus anunciantes neste ano e deverá encerrar 2017 com um rombo de R$ 15 milhões. A Band já estuda um novo formato de humorístico para as noites de domingo.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

 

+ Lidas

Bloco de Notas

Crimes na floresta

Ciro Guerra recebe Prêmio Fênix pela direção do filme Abraço da Serpente, de 2015 - Reprodução A Netflix anunciou que fará uma série ambientada na floresta amazônica. Ainda sem nome definido, a produção se passará na fronteira da Colômbia com o Brasil e mostrará um jovem detetive e seu parceiro durante ... Leia +

Leia todas as notas

Enquete

Você pretende assistir Apocalipse, nova novela da Record?

Redes sociais

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook