Felizes para Sempre?

Traições e sexo entre mulheres incendeiam nova série da Globo

Reprodução/TV Globo

Paolla Oliveira (Denise/Danny Bond) contracena com Martha Nowill (Daniela) em Felizes para Sempre? - Reprodução/TV Globo

Paolla Oliveira (Denise/Danny Bond) contracena com Martha Nowill (Daniela) em Felizes para Sempre?

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 23/01/2015, às 19h12 - Atualizado em 26/01/2015, às 05h26

Cinco casais e um crime passional são a base de Felizes para Sempre?, minissérie que a Globo estreia nesta segunda-feira (26). O apelo erótico é um dos fios condutores da trama, que mostrará uma teia de traições. Os protagonistas, cada um de uma maneira, vivem dilemas em suas relações amorosas, são tentados por terceiros ou mentem e enganam seus parceiros. Para completar, uma garota de programa lésbica, sexy e inteligente vai flertar e incendiar a vida de todos.

O roteiro é uma releitura de Quem Ama Não Mata, projeto exibido pela emissora em 1982. Euclydes Marinho, que escreveu as duas versões, afirma que são trabalhos diferentes, mas ambos têm em comum o crime passional. Quem morre e quem mata é o grande segredo da trama. Para o autor, os dilemas de casais como os que o público verá na minissérie são inesgotáveis.

Marinho afirma que Felizes para Sempre? traz à tona questões morais muito atuais. Na versão feita há mais de 30 anos, a homossexualidade não fazia parte. Desta vez, um dos casais é formado por duas mulheres. Paolla Oliveira, que é Denise de dia e Danny Bond à noite, é casada com Daniela (Martha Nowill). “As pessoas evoluíram. Em 1982, as coisas eram mais contidas. Os conflitos são os mesmos, mas os comportamentos mudaram, as pessoas estão mais soltas, podem experimentar mais coisas”, observa o autor.

Questionado sobre quais foram suas inspirações para abordar diferentes tipos de traições, o que inclui mentir para o companheiro, Marinho diz que não sabe direito: “Sou um vampiro e chupo histórias de vida o tempo inteiro”.

Sem dúvida, as cenas de Paolla Oliveira são as que mais vão chamar a atenção nos dez capítulos da minissérie. Ousada, sua personagem logo surge em cena para saciar uma fantasia sexual de Cláudio (Enrique Diaz). Com problemas sexuais e achando sua mulher reprimida, travada, o construtor pede para fazer um ménage à trois (sexo a três). É assim que Danny Bond entra na vida dele e de Marília (Maria Fernanda Cândido).

Depois, ela vai interagir com outros membros da família Drummond. Cláudio é filho de Dionísio (Perfeiro Fortuna) e Norma (Selma Egrei). Seus irmãos, Hugo (João Miguel) e Joel (João Baldasserini), também estão com seus casamentos desabando. “Paolla se revelou um monstro. As pessoas vão mudar a percepção que têm dela após a minissérie”, diz Marinho. Essa é a primeira personagem lésbica que a atriz faz.

Paolla Oliveira, Maria Fernanda Cândido e Enrique Diaz (Fotos Zé Paulo Cardeal/TV Globo)

Cinema na TV

Ambientada em Brasília e com um escandâlo de corrupção envolvendo políticos e a empreiteira Drummond, a minissérie conta com imagens cinematográficas. O projeto é uma parceria da Globo com a produtora O2 Filmes. A direção-geral é assinada pelo cineasta Fernando Meirelles.

“A linguagem de TV e cinema não são muito diferentes, o que muda é o tempo de trabalho de cada um, mas eu tive o mesmo cuidado de um filme. Tivemos a feliz ideia de dividir entre quatro diretores para ninguém ficar muito sobrecarregado. Tivemos um bom tempo de preparação”, comenta Fernando Meirelles.

O diretor afirma que o que mais o encantou foi a humanidade dos personagens. “Ninguém é inteiramente bom e ninguém é inteiramente mal, todos são inteiramente humanos. Nosso elenco consegue revelar em cada cena todas as camadas e contradições que carregamos pela vida”, diz Meirelles, que dividiu os trabalhos com Paulo Morelli, Rodrigo Meirelles e Luciano Moura.

Ele revela que o texto escrito por Euclydes Marinho era para se passar em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, mas como as gravações começaram na época da Copa do Mundo de 2014, isso foi mudado por uma questão de logística.

Adriana Esteves, João Miguel, Maria Fernanda Cândido, Enrique Diaz, João Baldesserini e Caroline Abras

Sexo em qualquer idade

A cada capítulo de Felizes Para Sempre?, o telespectador verá que o desejo, a mentira, a ambição e a traição vão permear a vida dos personagens. Norma e Dionísio são casados há 46 anos e nunca pensaram em divórcio. No entanto, o casamento deles será apresentado já em crise, com o delegado aposentado tendo problemas de disfunção erétil. “É normal um homem broxar”, diz a professora de sociologia em cena.

Ele reencontrará uma paixão da juventude, Olga (Cássia Kis Magro), enquanto Norma será “tentada” todos os dias pelo jovem professor Guilherme (Antonio Saboia). “A Olga entra nessa família para dar uma sacudida no chefe dela”, diz Cássia Kis Magro.

Além dos conflitos de Dionísio e Norma, Cláudio e Marília criaram um abismo entre eles desde que o filho de dois anos do casal morreu afogado na piscina da mansão em que eles moram. A sequência é uma das mais marcantes no clipe de apresentação da minissérie.

Marília e Danny Bond vão ter relações sexuais, mas Maria Fernanda Cândido evita polêmica em torno desse assunto. “Ali, nesse caso, é a vida que se apresenta. Aconteceu! É muito interessante, é um espaço sendo preenchido. O legal é que essa relação mostra como as pessoas não controlam a vida. Onde colocar o desejo é uma questão que vamos discutir na minissérie”, adianta Maria Fernanda Cândido.

Traições e mentiras

Já Hugo e Tânia (Adriana Esteves) retratam o descompasso. Ele acha que tem um casamento perfeito, mas ela só está preocupada com a sua bem-sucedida carreira de cirurgiã-plástica. O marido quer um segundo filho, enquanto ela toma anticoncepcional escondida. Para piorar a situação, Hugo descobrirá que é estéril e, consequentemente, Junior (Matheus Fagundes), 16 anos, não pode ser seu herdeiro.

Joel, o filho caçula de Norma e Dionísio, conheceu Susana (Caroline Abras) em uma clínica de reabilitação. Eles decidem se separar por conta do desgaste da relação, “numa boa”, só que ele “pira” quando descobre que a mulher já está dando início a um romance com Buza (Rodrigo dos Santos).


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que você espera de O Sétimo Guardião?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook