Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Opinião polêmica

Telespectadores pedem Chaves no lugar de Sheherazade no SBT

Divulgação/SBT

Rachel Sheherazade, apresentadora do SBT Brasil; telespectadores querem que o SBT a troque por Chaves - Divulgação/SBT

Rachel Sheherazade, apresentadora do SBT Brasil; telespectadores querem que o SBT a troque por Chaves

PAULO PACHECO

Publicado em 6/2/2014 - 15h51
Atualizado em 6/2/2014 - 18h12

A jornalista Rachel Sheherazade virou uma das pessoas mais odiadas (e amadas) do país. Inconformados com sua defesa do acorrentamento de um suposto assaltante, telespectadores criaram um evento no Facebook pedindo para o SBT trocar o telejornal SBT Brasil pela série mexicana Chaves. Na internet, de dezenas de petições exigem que a comentarista se retrate no ar e saia da emissora. A maior delas já ultrapassou 36 mil assinaturas. Sheherazade irá se pronunciar sobre as reações contrárias à sua opinião na edição de hoje do telejornal, às 19h45.

A descrição do evento no Facebook explica a campanha: "Porque o Seu Madruga e o pobre menino do barril têm muito mais a nos ensinar sobre tolerância e igualdade... Venha você também pedir para o Silvio colocar Chaves no lugar da Sheherazade".

"Óbvio que [no evento] havia uma brincadeira, afinal acreditamos na produção telejornalística de qualidade, compromissada com valores éticos do jornalismo. Alguns comentários sugeriram que queremos que um produto informativo seja substituído por entretenimento. Não é bem assim, apenas achamos que ou existe um compromisso ou é melhor que seja substituído por algo menos ofensivo, no caso o Chaves", argumenta Amauri Martins, um dos criadores do manifesto.

O evento foi criado em repúdio à opinião da jornalista sobre a notícia de um suposto assaltante de 16 anos preso nu a um poste por um grupo de "vingadores" no Rio de Janeiro, na última segunda (4). Sheherazade defendeu o ato do grupo: "Num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível", disse.

A opinião de Sheherazade teve péssima repercussão entre grupos que defendem direitos humanos. O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) divulgou uma nota informando que irá formalizar uma representação no Ministério Público contra a jornalista e o SBT por apologia ao crime.

Diante da repercussão negativa, o SBT informou, por meio da assessoria de imprensa, que todas as opiniões dadas por Rachel Sheherazade são de "total responsabilidade da jornalista e comentarista do SBT Brasil".

Mais de 76 mil usuários do Facebook foram convidados para o evento até a tarde desta quinta (6). Pela contagem do Facebook, 6.000 confirmaram presença.

LEIA TAMBÉM:

Globo fatura R$ 11,5 bilhões, dez vezes mais do que Record e SBT

Globo acelera Em Família e antecipa terceira fase da novela

Filha de Silvio Santos publica foto 'chorando' para debochar da Record

Irritado, presidente do Corinthians abandona telejornal ao vivo

Record retoma segundo horário de novelas com produção bíblica

Diretor do Vídeo Show vira motivo de piadas nos bastidores da Globo

Ex-MTV disputam vagas no CQC e no Agora É Tarde, da Band


​► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.