Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Bastidores

Record trata Xuxa como 'rainha' e gera revolta entre apresentadores

AGNEWS

Xuxa é paparicada por Marcelo Silva, vice-presidente artístico da Record, em apresentação à imprensa - AGNEWS

Xuxa é paparicada por Marcelo Silva, vice-presidente artístico da Record, em apresentação à imprensa

DANIEL CASTRO

Publicado em 15/5/2015 - 5h30

O tratamento privilegiado que a direção da Record vem dando a Xuxa Meneghel tem gerado revolta nos bastidores da emissora. Apresentadores, atores, diretores e profissionais menos graduados reclamam que a cúpula da TV só dá atenção a Xuxa, que a loira pode contratar quem quer por altos salários, enquanto suas produções não recebem novos investimentos.

Um dos mais exaltados com as mordomias de Xuxa é Marcelo Rezende. O jornalista fala abertamente pelos corredores que seu Cidade Alerta não tem os recursos necessários mesmo sendo uma das maiores audiências da casa. Para se manter durante três horas e meia no ar, o telejornal tem de recorrer a reportagens policiais de afiliadas distantes, irrelevantes para grandes centros como São Paulo e Rio. "Quero ver quanto [Xuxa] ela vai dar [no Ibope]", questiona Rezende nas rodas de conversas.

No começo do ano, a Record cancelou o projeto de um novo programa de Rezende porque o jornalista exigiu aumento argumentando que ganha pouco mais do que a metade do que Xuxa recebe mesmo estando fora do ar (R$ 600 mil mensais, que devem ultrapassar R$ 1 milhão após a estreia).

Xuxa só entra no ar em agosto, em um programa noturno semanal (às segundas-feiras). Tem carta branca para montar a equipe que quiser. Ela trouxe da Globo o diretor Mariozinho Vaz por um salário (cerca de R$ 150 mil) que só alguns diretores da Record ganham _e isso depois de ralar anos e anos. Também levou para a Record a cenógrafa Lia Renha (também ex-Globo) e até figurinista, cabeleireiro e maquiador particulares. 

No RecNov, central de estúdios no Rio de Janeiro onde Xuxa vai gravar seu programa, a insatisfação é geral. Nos últimos meses, o RecNov passou por um processo de enxugamento que resultou na demissão de centenas de funcionários. Os que sobraram não se conformam com o fato de Xuxa chegar contratando com altos salários.

Em São Paulo, as reclamações não estão restritas a Marcelo Rezende. Profissionais do Hoje em Dia e Programa da Tarde também se sentem preteridos. O Hoje em Dia trocou de apresentadores, mas continua carente de produtores e equipamentos. Eternamente em "situação de risco", o Programa da Tarde há tempos não recebe investimentos da emissora. Pelo contrário, uma parte da cúpula quer transformá-lo em um programa de reprises. Recentemente, quase "ganhou" um quadro de pegadinhas velhas. Só se salvou porque o material não era em alta definição.

Enquanto isso, Xuxa é tratada como uma rainha. Ela é atendida diretamente pelo vice-presidente artístico, Marcelo Silva. Ontem, para gravar chamadas, a apresentadora recebeu emprestada uma Lamborghini branca de Walter Zagari, vice-presidente comercial.

Procurada, a Record não se manifestou até a conclusão deste texto.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?