Born to Fashion

Provocador, reality show mostrará nudez de mulheres trans na TV paga

Divulgação/E!

A modelo Lais Ribeiro em imagem de divulgação do reality Born to Fashion, do canal E!

A modelo Lais Ribeiro, que apresenta o reality Born to Fashion, aposta do canal E! para 2020

FERNANDA LOPES - Publicado em 26/11/2019, às 05h30 - Atualizado às 05h31

O reality show Born to Fashion, que estreia no ano que vem no canal E!, pretende quebrar tabus na TV. Apresentado pela top model internacional Lais Ribeiro, o programa mostrará a trajetória de mulheres trans em busca de uma carreira como modelos. Elas passarão por provas relacionadas à profissão, e uma delas será um ensaio fotográfico com nudez.

Segundo Lais, essa foi uma das etapas mais marcantes do reality, que já foi todo gravado em São Paulo. Apesar de as modelos iniciantes estarem nuas para a atividade, o reality não exibirá nu frontal --as fotos mostrarão as silhuetas delas.

"Eu até estava com medo, era o nu. Toda modelo já fez nu. Mas parece que elas desabrocharam depois dessa prova. Eu é que estava tipo: 'Não vamos fazer, temos que conversar com elas, saber qual é a opinião delas'. Mas depois dessa prova acho que elas se acharam lindas, confortáveis", conta a apresentadora.

Além de mostrar desafios em sessões de fotos, o reality colocará as modelos em provas de passarela e de vídeo, para que sejam "lapidadas" para o mercado da moda. Haverá também espaço para que elas contem suas histórias, o que deve emocionar o telespectador. Lais Ribeiro confessa que chorou todos os dias nas gravações.

"Eu chegava no hotel e chorava, meus problemas não são nem problemas [perto do que as participantes passam]. Cada uma delas me marcou bastante. Ao mesmo tempo em que vão contar histórias de vida, partes difíceis, elas vão mostrar que também têm alegria, força e determinação dentro delas. O programa está aqui pra dar essa voz a elas", diz.

Segundo Lais, o canal E! tem a proposta de incluir mais diversidade em sua programação e abrir espaço para novos talentos. Esse projeto, especificamente, vem para quebrar preconceitos e também educar o telespectador em relação ao fato de que as pessoas trans merecem ser tratadas com respeito e educação.

"A mensagem é que todos nós somos iguais. Todos temos de ter as mesmas chances, todos nós somos capazes, e elas estão aí pra provar isso. Só falta a aceitação do público", conclui a apresentadora.

Born to Fashion ainda não tem data de estreia definida.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você vai acompanhar Salve-se Quem Puder?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook