Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RETORNO DO APRESENTADOR

Perdidos na Noite de volta? Band ainda é dona da marca que consagrou Faustão

REPRODUÇÃO/BAND

Fausto Silva no comando do programa Perdidos na Noite, na Band, em 1987

Fausto Silva no comando do programa Perdidos na Noite, em 1987: atração pode voltar à Band

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 30/4/2021 - 12h53

Fausto Silva, que deixou a Band em 1988, voltará a ser contratado da emissora em 2022, conforme o Notícias da TV antecipou nesta sexta-feira (30). A confirmação do retorno de Faustão animou internautas, que pediram a retomada do Perdidos na Noite (1984-1988), programa que consagrou o apresentador na TV. A Band ainda é dona do registro da marca.

No Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), a empresa de Johnny Saad aparece como a única proprietária do nome Perdidos na Noite desde 1997. O registro foi renovado pela última vez em 2019 e está em vigor. Ou seja, caso a emissora e Faustão queiram retomar o programa, não encontrarão problemas burocráticos para isso.

O jornalista e apresentador do Domingão do Faustão, que completa 71 anos neste domingo (2), vai apresentar um programa semanal no início das noites de domingo ou um diário, encerrando o horário nobre.

Fausto Silva vai assinar na próxima semana um contrato de cinco anos com a Band, valendo a partir de janeiro de 2022. Até dezembro, ele permanece no ar na Globo.

Ao deixar a Band em 1988, Faustão comunicou os donos da emissora seis meses antes que estava indo embora. Agora, faz questão de dar o mesmo tratamento à líder de audiência, onde terá trabalhado 33 anos ao final de 2021.

Retorno do Perdidos na Noite?

Os detalhes do programa de Faustão na Band serão decididos nos próximos meses, mas a volta dele à emissora reforça a possibilidade de retomar o Perdidos na Noite, algo que a empresa já tentou fazer nos últimos anos com outros apresentadores, mas não conseguiu.

Em 2004, Datena propôs à direção da Band a volta do Perdidos na Noite. O primeiro piloto foi gravado em julho daquele ano. O apresentador, que já comandava o Brasil Urgente, queria manter o título e o formato. No entanto, a ideia não deu certo. Os testes não foram aprovados e o projeto não saiu do papel.

Embora tenha estreado na TV Gazeta em 1984 e passado pela Record, foi na Band, em 1986, que Fausto Silva alcançou todo o país com o lendário Perdidos da Noite, atração que ele menciona quase que semanalmente no Domingão ao citar convidados como "sócios desde os tempos do Perdidos".

Com estilo anárquico, cenário bagunçado, humoristas e variadas atrações musicais, o programa que expunha bastidores e erros de produção chamou a atenção do público e da crítica. Veja abaixo um trecho:

Reações na web

A possibilidade de retomada desse estilo repercutiu na web. "O Faustão na Globo passou a vida toda relembrando e citando o programa Perdidos na Noite, que pra ele era uma paixão. Acho que agora ele tá indo atrás do tempo perdido, fazer algo que ele sempre gostou", opinou o perfil Deise Lca no Twitter.

"Quem diria: Faustão vai voltar pra Band. Vem aí uma reedição do Perdidos na Noite?", questionou Josué Brazil. "Faustão na Band vai ser pura loucura. Sem regras e com tudo o que ele gosta, já quero ver o Perdidos na Noite 2.0", se empolgou uma internauta, identificada com @NiSb61. "Faustão sem amarras, igual Perdidos Na Noite, é o que o Brasil precisa pra ser feliz", desejou o @queridoarado.

Veja a repercussão da volta de Faustão à Band abaixo:


Leia também

Web Stories

+
Ana ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acaloradaFim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega Pega

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?