Bastidores

Para evitar choro, Globo gravou despedida de Evaristo Costa no Jornal Hoje

Reprodução/TV Globo

Evaristo Costa cumprimenta Sandra Annenberg ao se despedir do Jornal Hoje, ontem (27) - Reprodução/TV Globo

Evaristo Costa cumprimenta Sandra Annenberg ao se despedir do Jornal Hoje, ontem (27)

DANIEL CASTRO - Publicado em 28/07/2017, às 09h47 - Atualizado às 11h39

A despedida de Evaristo Costa do Jornal Hoje, exibida ontem (27), foi gravada antes de o telejornal ir ao ar. Para evitar surpresas e choro no ar, a direção de jornalismo determinou que o encerramento do telejornal não fosse ao vivo. A emissora também antecipou a saída do jornalista. Ele deveria permanecer até o final de agosto.

A Globo confirma que a despedida foi gravada com antecedência. "Todas as despedidas (Fátima Bernardes, Renato Machado, Patrícia Poeta, Chico Pinheiro) são gravadas. Todas. É uma política da casa, que os deixa mais à vontade, pois são poupados da emoção no ar, ao vivo" informou a Comunicação da emissora.

A Globo decidiu antecipar a despedida de Costa porque a notícia de que ele não renovaria contrato, após quase 20 anos de casa, vazou. Foi antecipada pelo colunista Flávio Ricco, do UOL, no último dia 19. Executivos da emissora avaliaram que não seria interessante manter no ar um apresentador que, já se sabia, não continuaria no telejornal. Costa tem contrato com a Globo até setembro.

Apesar da antecipação e da despedida pré-gravada, a saída de Evaristo Costa da Globo foi aparentemente tranquila.

O último bloco do Jornal Hoje de ontem teve apenas duas notícias. Cecília Malan entrou de Londres informando que um juiz britânico determinou que bebê Charlie Gard, que se mantém vivo graças a aparelhos, seja transferido para uma clínica comum, onde inevitavelmente deverá morrer. Em seguida, Sandra Annenberg leu texto sobre conflito com palestinos em Jerusalém.

Um Evaristo Costa sorridente, então, disse que aquela era a última edição que ele apresentava. "Muito obrigado pelo carinho e até breve", disse aos telespectadores, antes de receber os cumprimentos de Sandra Annenberg.

A saída de Evaristo Costa da Globo, uma emissora em que quase todo jornalista quer trabalhar, surpreendeu muita gente. Mas o apresentador, depois de 14 anos de Jornal Hoje, estava cansado. Segundo fontes do Notícias da TV, ele não tinha perspectivas de crescer na emissora, onde sofre rejeição de membros da cúpla do jornalismo. Decidiu tirar férias sabáticas com a família na Inglaterra.

Apesar de muito carismático e querido pelo público, Costa não era visto como um modelo de apresentador para a Globo. Internamente, era considerado desinteressado. Ele participava muito pouco do processo de produção do Jornal Hoje.

Ex-repórter do Mais Você e moço do tempo, Evaristo Costa caiu em desgraça com a cúpula do jornalismo durante as eleições de 2014. No dia do primeiro turno, ele foi escalado para apresentar resultados das apurações nos Estados, numa cobertura ancorada por William Bonner ao longo de todo o domingo. Mas errou tanto que foi substituído por Ana Paula Araújo no segundo turno.

Na época, o coapresentador do Jornal Hoje foi duramente criticado nas reuniões de jornalistas da emissora, inclusive por Bonner. No ar, ele pareceu estar nervoso e se atrapalhou o tempo todo com o telão que projetava números das eleições.

Procurada, a Globo não se manifestou sobre a antecipação da saída de Evaristo Costa.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você vai acompanhar Salve-se Quem Puder?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook