Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

UNIVER VÍDEO

'Netflix da Igreja Universal' usa Record para anunciar talk show de Topíssima

REPRODUÇÃO/RECORD

Denise Del Vecchio em cena da novela Topíssima usada para anunciar talk show no streaming da Universal

A atriz Denise Del Vecchio em cena de Topíssima usada para anunciar talk show no streaming da Universal

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 29/12/2019 - 5h12

A Igreja Universal do Reino de Deus está veiculando propagandas de seu streaming na programação da Record. O atrativo para chamar a atenção dos telespectadores da emissora para o Univer Vídeo, que funciona como uma "Netflix da fé", é um talk show com o elenco de Topíssima, novela que chegou ao fim em 9 de dezembro.

"As lições que os atores aprenderam com Topíssima você confere no Univer Vídeo em um talk show exclusivo", anuncia o comercial da plataforma.

Apresentado pela repórter Ana Carolina Cury, o programa reúne Camila Rodrigues, Cassia Linhares, Denise Del Vecchio, Felipe Cunha, Sidney Sampaio, Suzana Alves e Vitor Novello para uma conversa de 1h30 sobre a novela. O bate-papo está disponível desde 15 de dezembro.

O blog do Univer Vídeo justifica que a novela, mesmo sem ser religiosa, trata de temas importantes do cotidiano e que, por isso, traz ensinamentos aos fiéis --parte da trama foi baseada em trechos do livro Casamento Blindado, escrito por Renato e Cristiane Cardoso, genro e filha do bispo Edir Macedo, respectivamente.

"Apesar de não retratar uma história bíblica, a novela Topíssima foi repleta de ação, drama, humor e muito romance, e trouxe à tona muitos assuntos debatidos na sociedade atual, como por exemplo, o empoderamento feminino", diz o texto.

"Além disso, a trama buscou resgatar princípios e valores esquecidos por muitos hoje em dia. A proposta de Topíssima foi mergulhar no universo feminino e retratar os conflitos da mulher moderna: trabalho versus vida amorosa; independência versus solidão; maternidade versus carreira; envelhecimento versus estética; ilegalidade do aborto versus morte, e inúmeras outras questões conflitantes", explica o streaming da Universal.

A assinatura básica do Univer Vídeo custa R$ 16,90 por mês e dá o direito de duas pessoas assistirem ao conteúdo ao mesmo tempo. O serviço oferece "transmissões ao vivo do Templo de Salomão, transmissões ao vivo de dez países em seis idiomas, mais de 4 mil vídeos disponíveis para downloads e Espaço Kids". O plano mais caro sai por R$ 21,90 e permite uso em até quatro telas.

O preço de uma assinatura da Netflix, por exemplo, varia de R$ 21,90 a R$ 45,90; já o Globoplay cobra R$ 21,90 pelo conteúdo de seu catálogo; o Playplus, streaming oficial da Record com parceria com empresas como a ESPN e a Disney, tem planos a partir de R$ 12,90; os serviços mais baratos do mercado são o Amazon Prime Video e o Apple TV+: R$ 9,90 mensais cada.

Além do talk show de Topíssima, o Univer Vídeo oferece pregações do bispo Edir Macedo, programas do casal Renato e Cristiane Cardoso, além de filmes, documentários e outras atrações religiosas. Veja a chamada veiculada na Record:

Leia também

Enquete

Você gostou dos participantes escolhidos para o BBB22?

Web Stories

+
Antes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e maisBBB22: Após frustrar público, Globo anuncia participantes nesta sexta-feiraSunga branca, esponjão e recorde no paredão: 10 momentos para o BBB22 tentar superarSabrina Sato volta à Globo; apresentadora já foi Bailarina do Faustão e esteve no BBBBBB22 promete briga por chuveiro, traz Rafa Kalimann de volta e terá novo quadro

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas