LUTO

Morre aos 92 anos a atriz Beatriz Segall, eterna Odete Roitman de Vale Tudo

Reprodução/YouTube

Beatriz Segall em entrevista concedida em março de 2017 sobre sua vida fora dos palcos - Reprodução/YouTube

Beatriz Segall em entrevista concedida em março de 2017 sobre sua vida fora dos palcos

REDAÇÃO - Publicado em 05/09/2018, às 13h50

A atriz Beatriz Segall, que ficou marcada pelo papel da vilã Odete Roitman em Vale Tudo (1988), morreu nesta quarta-feira (5). Ela tinha 92 anos e estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, por causa de uma crise respiratória. A família não autorizou que boletins médicos com o estado de saúde dela fossem divulgados à imprensa.

O trabalho mais recente de Beatriz na televisão foi um episódio da série Os Experientes, exibida em 2015 na Globo. No capítulo, ela interpretava uma senhora que se via no meio de um assalto a banco e desenvolvia uma relação inusitada com um dos criminosos (João Côrtes).

Antes, ela fez uma participação na novela Lado a Lado, como Madame Besançon, ricaça que ajudava Isabel (Camila Pitanga) na alta sociedade.

Até recentemente, ela estava no ar nas tardes da Record com a reapresentação de Bicho do Mato (2006), novela na qual vivia a avó da mocinha Cecília (Renata Dominguez). Atualmente, a veterana pode ser vista na reprise de Vale Tudo, do Canal Viva, justamente na pele de sua personagem mais lembrada.

Odete Roitman fez história por sua presença altiva e autoritária, e pelos conflitos que tinha com a filha Heleninha (Renata Sorrah), uma alcóolatra. A personagem foi assassinada no capítulo exibido em 24 de dezembro, e o mistério de sua morte movimentou fãs e os próprios atores da novela. No último capítulo, foi revelado que a assassina era Leila (Cassia Kis), que a matou por engano.

Beatriz, no entanto, odiava ser lembrada apenas por Odete. "Eu não sou uma atriz de um papel só, fiz muitas outras coisas, recebi alguns prêmios e não construí minha carreira só com ela", desabafou em entrevista à revista Época em 2013.

Vida dedicada às artes
Nascida Beatriz de Toledo em 1926, a atriz recebeu uma educação primorosa para os padrões da época, com aulas de francês, piano e costura. Sua paixão pelas artes, porém, foi rejeitada pelo pai, que a proibiu de ser atriz. Ela atendeu ao pedido dele e passou a trabalhar como professora de francês, até ganhar uma bolsa para estudar Teatro e Literatura na França.

E foi em Paris que ela conheceu Mauricio Segall, filho do pintor Lasar Segall, com quem se casou em 1954 e teve três filhos: Sérgio, Mauro e Paulo. De volta ao Brasil, começou a trabalhar na televisão e conseguiu papéis de destaque em Dancin' Days (1978), Pai Herói (1979), Água Viva (1980) e no remake de Anjo Mau (1997).

Nos últimos anos, Beatriz virou notícia por dois acidentes que sofreu: em 2013, ela tropeçou em pedras soltas na calçada da Gávea, no Rio de Janeiro, e precisou ficar em repouso para se curar de um hematoma no rosto. O prefeito da cidade na época, Eduardo Paes, pediu desculpas públicas à atriz pelo ocorrido.

Dois anos depois, ela caiu no palco durante a comemoração de seu aniversário de 89 anos após a apresentação da peça Nine - Um Musical Feliniano, em São Paulo. Ela teve de passar por uma cirurgia no braço direito foi substituída no espetáculo.

Tudo sobre

Vale Tudo

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook