Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TRETA!

Jornalistas de ESPN e Globo trocam farpas por polêmica de 'clube do vinho'

REPRODUÇÃO/ESPN/TV GLOBO/SPORTV

Mauro Cezar Pereira (à esq.), Júnior e Tiago Maranhão: diretas e indiretas nas redes sociais - REPRODUÇÃO/ESPN/TV GLOBO/SPORTV

Mauro Cezar Pereira (à esq.), Júnior e Tiago Maranhão: diretas e indiretas nas redes sociais

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 4/8/2019 - 17h05

Mauro Cezar Pereira, comentarista da ESPN e blogueiro do UOL, e Tiago Maranhão, apresentador do Esporte do Grupo Globo, trocaram farpas na web no sábado (3). A polêmica surgiu meses atrás por conta do "clube do vinho", termo criado por Mauro Cézar para classificar membros da imprensa esportiva que seriam amigos do ex-técnico do Flamengo, Abel Braga, que saiu do clube em maio.

De acordo com o jornalista, os participantes desse clube evitavam criticar o trabalho do treinador e pedir a sua demissão por conta de laços de amizade. Seria o caso de Júnior, comentarista da Globo e ídolo do Flamengo.

Na última sexta-feira (2), o ex-jogador compartilhou uma foto bebendo vinho com amigos (Abel Braga não estava na foto) e escreveu na legenda: "Muito melhor ser da turma do vinho do que da turma dos sem-caráter! Viva a vida com bons amigos e, sobretudo, com um bom vinho".

Nos comentários, dois jornalistas esportivos comentaram. Fábio Azevedo, do Fox Sports, escreveu: "Mau-caráter... Você tem toda razão, maestro. Brinde à vida". Alex Escobar, da Globo, concordou: "Muuuuuito melhor! Tô contigo!". Alguns seguidores começaram a marcar Mauro Cezar na publicação.

No sábado (3), Alex Escobar e Fábio Azevedo publicaram vídeos no Instagram justificando que fizeram o comentário apenas por admirarem Junior e por concordarem com o que ele escreveu, que é necessário viver a vida com os amigos. Os dois reforçaram que não se tratava de uma indireta ao jornalista da ESPN.

Também no sábado, Mauro Cezar postou no seu Instagram um longo texto sobre a relação de jornalistas com técnicos, jogadores e dirigentes. Na publicação, ele coloca Tostão como sua "maior referência na opinião esportiva", mas critica, sem citar nomes, outros profissionais.

‪"Jornalistas têm que manter a independência para escrever matérias que agradem ou desagradem jogadores, técnicos e dirigentes. ‪Mesmo com microfone nas mãos, ex-jogador, ex-técnico e ex-dirigente não é jornalista, apenas alguém que passou a vida no futebol e agora tem uma tribuna. Nela, pode ser honesto ao fazer análises ou corporativista, defendendo incondicionalmente jogadores, técnicos e dirigentes".‬

Veja abaixo os posts de Júnior e Mauro Cezar Pereira no Instagram:

Ver essa foto no Instagram

Muito melhor ser da Turma do vinho,do que da Turma dos sem caráter !!! Viva a vida com bons amigos,e sobretudo com um bom vinho 🍷!!

Uma publicação compartilhada por Leovegildo Lins Gama Junior (@junior_maestro_5) em

Ver essa foto no Instagram

‪Jornalista não tem que ser amigo de tecnico.‬ ‪Jornalista não tem que ser amigo de jogador.‬ ‪Jornalista não tem que ser amigo de dirigente.‬ ‪Jornalista tem que falar com jogadores, técnicos e dirigentes.‬ ‪Jornalistas têm que manter a independência para escrever matérias que agradem ou desagradem jogadores, técnicos e dirigentes. ‪Mesmo com microfone nas mãos, ex-jogador, ex-técnico e ex-dirigente não é jornalista, apenas alguém que passou a vida no futebol e agora tem uma tribuna. Nela, pode ser honesto ao fazer suas análises ou corporativista, defendendo incondicionalmente jogadores, técnicos e dirigentes.‬ ‪Pior, defendendo seus amigos e sendo rigoroso com quem vem de fora.‬ ‪Isso não é profissional, mas um desrespeito com a empresa que paga os salários e com o público.‬ ‪Mas há exceções, claro.‬ ‪Por essas e outras minha maior referência na opinião esportiva é um ex-jogador: Tostão.‬ ‪Homem culto, independente, sensível e equilibrado, que faz questão de manter distância daqueles que são alvo de seus comentários. Que caráter!‬

Uma publicação compartilhada por Mauro Cezar (@maurocezar000) em

Mauro Cezar Pereira x Tiago Maranhão

Depois do Instagram, a treta passou para o Twitter. Na noite de sábado (3), Tiago Maranhão, apresentador do SporTV, usou a rede social para fazer uma publicação sobre jornalismo esportivo.

"Está rolando uma confusão aí, então só pra esclarecer: ou você é jornalista ou se presta a ser porta-voz de uma torcida. As duas coisas ao mesmo tempo, sinto muito, não tem como. Só isso mesmo. Valeu!", escreveu. Internautas começaram a responder nos comentários, marcando Mauro Cezar Pereira. Poucos minutos depois, o comentarista foi ao Twitter responder.

"Está rolando uma confusão aí, então só pra esclarecer: ou você é jornalista ou se presta a ser porta-voz de um grupelho que trabalha a favor dos amigos e de um profissional momentaneamente parado [Abel Braga]. As duas coisas ao mesmo tempo, sinto muito, não tem como. Só isso mesmo. Valeu!", ironizou Pereira.

"Clube do vinho tem seus associados mais tradicionais, sócios remidos e beneméritos. Mas alguns juvenis que ainda tentam, sem sucesso, aprender a fazer o básico, como apresentar, querem participar da brincadeira. Jornalismo não é 100% por hereditariedade. Segura sua onda, menino", alfinetou Mauro.

Tiago, que é filho do também jornalista Carlos Maranhão, respondeu: "Mas nem se eu tivesse tirado as medidas com um alfaiate a carapuça teria servido tão bem. como não sabe debater, fez a voz de Minnie Mouse e apelou pra família. Dodói demais, tadinho".

Poucos minutos depois, foi a vez de Mauro rebater: "Mas nem se eu tivesse tirado as medidas com um alfaiate a carapuça teria servido tão bem. Como não sabe debater, fez a voz do papai que lhe abriu as portas e apelou pra família. Dodói demais, tadinho."

"Mauro, tenho muito orgulho da carreira do meu pai. E da minha também. Quer comparar currículos? Você mistura assuntos, tenha mais dignidade para debater. Talvez o que você ataca em mim seja justamente o que falta em você, uma formação com valores básicos de respeito", rebateu Maranhão.

"Pena, Maranhão, que você tenha essa mentalidade elitista que associa formação a nível socioeconômico. Você já se rebaixou quando me citou aqui, um mero jornalista que trabalha desde os 15 anos de idade e estudou em escola pública. Mas que não se curva a gente como você. Adeus!", escreveu o funcionário da ESPN.

Para finalizar, Tiago fez um tuíte citando Mauro Cezar Pereira. "Em tempo, já que aparentemente acham que a motivação tem a ver com o tal clube do vinho, jamais falei com Abel Braga sem ser em coletiva de imprensa. E meu comentário inicial não era direcionado ao Mauro, era sobre um comportamento cada vez mais comum na imprensa esportiva."

Abel Braga e o clube do vinho

Na última semana, Abel Braga concedeu entrevista para o canal De Sola no YouTube e falou sobre o tal clube do vinho e também de sua relação com o jornalista Mauro Cezar Pereira.

“Ele [Mauro] não precisa de mim como amigo, nem eu dele. Eu não sei a situação, não posso falar a situação dele, não sou amigo. O que ele fala de mim não representa absolutamente nada. Tenho grandes amigos na imprensa e que não deixam de me criticar, isso é absolutamente normal. Se vai para outro lado, eu não posso falar. Não conheço. Não te perguntei como ele é. Não me interessa. Eu gostaria que ele me esquecesse, seria legal".

Assista à entrevista abaixo:

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Qual foi a melhor série documental brasileira do ano?

Web Stories

+
Ficção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas