ANTES E DEPOIS

Há 20 anos, apresentadores apelavam a sushi erótico, banheira e gravidez na TV

Divulgação/Globo/SBT

Fausto Silva no Domingão do Faustão e Gugu Liberato durante quadro do Domingo Legal - Divulgação/Globo/SBT

Fausto Silva no Domingão do Faustão e Gugu Liberato durante quadro do Domingo Legal

REDAÇÃO - Publicado em 04/07/2017, às 06h29

O ano de 1997 foi marcado por excessos na TV brasileira. Na guerra pela audiência, os principais apresentadores lançavam mão de quadros apelativos, como a Banheira do Gugu ou o sushi erótico do Domingão do Faustão, programa que serviu de plataforma para a então "rainha dos baixinhos", Xuxa Meneghel, anunciar que seria mãe de uma "princesa".

Na Band, Luciano Huck lançava a Tiazinha, personagem sadomasoquista de Suzana Alves. No SBT, Celso Portiolli dava "tortadas" na cara dos participantes de um game show. E surgia Carlos Massa, o Ratinho, que logo viria a ser chamado de "o rei da baixaria".

Os acontecimentos de 1997 repercutiriam muitos anos depois. Foi nesse ano que começou a se discutir uma classificação indicativa mais rígida, que vigora até hoje.

Veja como eram há 20 anos e como estão hoje dez apresentadores de TV:

divulgação TV Globo/RecordTV

Xuxa e sua barriga de grávida no Planeta Xuxa, em 1997, e hoje no Dancing Brasil, da Record

Xuxa Meneghel
Há 20 anos, Xuxa apresentava dois programas na Globo: o infantil Xuxa Park (1994-2002) e o Planeta Xuxa (1997-2002), que estreou como uma atração voltada para jovens. Pela primeira vez, a apresentadora tinha espaço para fazer conteúdo mais adulto na TV, com perguntas picantes para os convidados.

No mesmo ano, Xuxa engravidou de Luciano Szafir e anunciou a novidade durante o Domingão do Faustão. Na Record desde 2015, após 28 anos de Globo, ela levou a filha Sasha, de 18 anos, para assistir à final do reality show Dancing Brasil, que comandou de abril a junho deste ano.

divulgação/TV Globo

Fausto Silva no Domingão em 1997 e em 2017: a silhueta mudou, mas o figurino...

Fausto Silva
Fausto Silva já comandava o Domingão do Faustão havia oito anos em 1997. Foi quando o apresentador começou a enfrentar problemas na concorrência com o Domingo Legal, de Gugu Liberato no SBT. A Globo perdeu a liderança em outubro daquele ano, numa briga que durou anos.

Em um ato de desespero por ibope, a produção de Faustão exibiu em plena tarde de domingo mulheres nuas protegidas apenas por sushis e sashimis, no episódio que ficou conhecido como Sushi Erótico, um marco da baixaria na TV _e que gerou uma bronca em público de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, então todo-poderoso da Globo.

Os bordões de Faustão e as camisas espalhafatosas já existiam no Domingão de duas décadas atrás, e quadros como as Pegadinhas do Faustão e as Olimpíadas do Faustão marcavam época. Hoje, o programa dá muito mais espaço para competições entre celebridades, como a Dança dos Famosos e o Show dos Famosos.

divulgação sbt/RECordtv

Gugu Liberato no Domingo Legal, no SBT, e no Gugu, programa que comanda na Record

Gugu Liberato
O Domingo Legal conquistou o público nos anos 1990 com quadros em que Gugu Liberato lidava diretamente com o público, como o Táxi do Gugu e o Gugu na Minha Casa. O rosto do apresentador estampava dezenas de brinquedos, peças de roupa e CDs. A apelativa Banheira do Gugu fazia sucesso, com homens e mulheres seminus procurando sabonetes ao vivo, nas tardes dominicais do SBT.

Gugu saiu do SBT em 2009 para ir para a Record, onde apresentou o Programa do Gugu até 2013. O apresentador passou dois anos longe da TV até retornar para a emissora com Gugu, um programa nos mesmos moldes feito em sua própria produtora.

divulgação/sbt

Eliana na capa do CD que lançou em 1997 e em sua chegada ao Troféu Imprensa, no SBT

Eliana
Ela estava no auge de sua carreira como apresentadora e cantora infantil. Em 1997, o programa Bom Dia & Cia (1993-1997) passou a se chamar Eliana & Cia (1997-1998), porque Silvio Santos achava importante ressaltar a imagem da apresentadora. Eliana também ganhou um disco de ouro, por um CD de músicas infantis. Ela também fazia sucesso entre as crianças com uma enorme linha de brinquedos e roupas.

Em 1998, a apresentadora foi para a Record, onde passou a apresentar programas para adolescentes. A primeira atração adulta de Eliana foi o Tudo É Possível (2005-2009), que ela deixou para voltar ao SBT e comandar um programa com seu nome. Eliana está de licença-maternidade, grávida de seu segundo filho.

reprodução Band/TV globo

O apresentador Luciano Huck como apresentador do H e no comando do Caldeirão do Huck

Luciano Huck
Luciano Huck era namorado de Eliana em 1997. No mesmo ano, ele apresentou o programa H (1996-1999), na Band, onde ganhou fama. Com tom jovem e descontraído, o hoje marido de Angélica recebia convidados musicais e tinha Tiazinha (Suzana Alves) como assistente de palco (com a principal missão de depilar adolescentes da plateia). O programa chamou a atenção da Globo, que contratou Luciano Huck em 2000.

Desde então ele apresenta o Caldeirão do Huck, que deixou para trás as "coleguinhas" em trajes mínimos para investir em quadros assistencialistas e histórias emocionantes, sobre educação, ciência e projetos sociais, por exemplo.

divulgação/TV Globo

Angélica interpretava a Fada Bela em 1997; hoje é apresentadora do programa Estrelas

Angélica
Angélica já era uma apresentadora infantil consagrada quando, em 1997, atuou em uma novela para esse segmento de público. Ela interpretava a Fada Bela em Caça Talentos, história que ia ao ar dentro do programa Angel Mix (1996-2000).

Angélica atuou em outras duas tramas infantis nos anos seguintes até começar a apresentar o Vídeo Game (2001-2011), quadro do Vídeo Show. Foi o início da carreira de apresentadora para o público adulto. Ela deixou de expor sua mancha na perna, e hoje pratica a solidariedade com famosos no programa Estrelas.

reprodução/sbt

Celso Portiolli no comando do Passa ou Repassa e no estúdio do Domingo Legal em 2017

Celso Portiolli
Celso Portiolli assumiu em 1997 o lugar anteriormente ocupado por Gugu Liberato e Angélica no Passa ou Repassa (1996-2000). O apresentador teve sucesso no game show vespertino _ele até protagonizou o bordão "Celso vai levar tortada", no qual deixava crianças e adolescentes jogarem tortas em sua cara.

Depois do Passa ou Repassa, Portiolli apresentou outros 13 programas até ser promovido ao comando do Domingo Legal, com a ida de Gugu para a Record, em 2009. Entre 2015 e 2017, ele também apresentou a primeira atração com seu nome, Sabadão com Celso Portiolli.

reprodução RecordTV/divulgação SBT

Ratinho nos cenários do Ratihno Livre, da Record, e do Programa do Ratinho, no SBT

Ratinho
Foi no final de 1997 que Carlos Massa, o Ratinho, assinou contrato com a Record, e seu estilo truculento e explosivo ficou conhecido no Brasil inteiro. O apresentador comandava o Ratinho Livre (1997), programa policial com quatro horas de duração que chegou a ameaçar a Globo no Ibope.

Ratinho chamou a atenção de Silvio Santos, e o que se seguiu até setembro de 1998 foi uma briga entre Record e SBT para ver quem dava mais pelo apresentador. O SBT levou a melhor, e Ratinho fez sucesso na emissora com quadros como o teste de DNA.

Após críticas e decadência, o Programa do Ratinho saiu do ar em 2006 e voltou reformulado em 2009. O apresentador hoje é muito mais contido em suas broncas e recebe toda semana convidados musicais.

divulgação/sbt

Christina Rocha comandou o Alô Christina em 1997; hoje está no ar no Casos de Família

Christina Rocha
Há vinte anos, telespectadores do SBT sonhavam com um telefonema de Christina Rocha. A apresentadora comandava o Alô Christina (1997-1998), cujo principal atrativo era uma ligação telefônica para pessoas que haviam mandado cartas para o programa. Alô Christina também contava com entrevistas e números musicais.

Depois de passar pelo Fantasia e Pelo Programa Livre em 2000, Christina foi demitida do SBT e só voltou em 2009. Desde então, ela se consolidou como apresentadora do Casos de Família, onde imprime seu estilo mais popular e vive separando brigas.

divulgação SBT/TV Globo

Serginho Groisman no Programa Livre e no Altas Horas; ambos têm formatos parecidos

Serginho Groisman
Ao lado de Faustão, Serginho Groisman foi o apresentador que mais se manteve fiel a seu estilo nos últimos 20 anos. Em 1997, ele fazia sucesso nas tardes do SBT com o Programa Livre (1991-2001), em que dava espaço para uma plateia jovem entrevistar os convidados. Groisman recebeu estrelas internacionais como Sandra Bullock e Alanis Morissette.

Em 2000, foi contratado pela Globo para apresentar o Altas Horas, programa que preserva o mesmo formato até hoje. O jeito descontraído de Groisman permanece o mesmo _só os cabelos ganharam (mais) fios brancos.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook