GRADE VOADORA

Greve dos caminhoneiros faz Globo virar Record e mudar programação sem aviso

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A repórter Jacqueline Brazil, no Globocop, durante entrada ao vivo em edição mais longa do SP1 - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A repórter Jacqueline Brazil, no Globocop, durante entrada ao vivo em edição mais longa do SP1

GABRIEL SOUZA - Publicado em 30/05/2018, às 18h44

Por uma intensa cobertura da greve dos caminhoneiros e para conter o crescimento da Record, a Globo está mudando sua programação sem nenhum aviso ao telespectador, estratégia muito usada por suas concorrentes. O matinal Bem Estar já não é exibido há quatro dias. Nesta quarta (30), a novela Celebridade entrou no ar duas horas antes do previsto, no horário normalmente ocupado pela Sessão da Tarde.

O último dia em que a Globo veiculou sua programação normal foi na quinta-feira (24), quando se limitou a exibir um flash do Jornal Hoje durante o Vídeo Show, noticiando os primeiros impactos da greve dos caminhoneiros. 

Na sexta-feira (25), quando o Mais Você empatou com o Fala Brasil, da Record, a emissora cancelou o Bem Estar e exibiu uma edição especial do SP1. O Encontro, apresentado na sequência, durou apenas 16 minutos. Deu lugar às 11h05 a uma edição estendida do SP1. 

No sábado (26), o É de Casa foi tirado do ar após 57 minutos de exibição e cedeu espaço a um especial do Jornalismo. O programa, que tem entre seus apresentadores os jornalistas Zeca Camargo e Patrícia Poeta, costuma ocupar três horas da programação de sábado. Com um quadro sobre cachorros enquanto a Record cobria a greve, chegou a ter menos da metade da audiência da concorrente.

Em pleno dia da final da Liga dos Campeões da Europa, o Globo Esporte não entrou no ar. Foi trocado por uma edição maior do SP1. A emissora também cancelou a segunda parte do Caldeirão do Huck, que seria exibida após a partida entre Liverpool e Real Madrid, para continuar a cobertura dos protestos dos caminhoneiros. 

No domingo (27), após o GP de Mônaco da Fórmula 1 perder para a Record, que trocou reprises de desenhos e de programas de humor pela greve, a emissora destinou quase todo o Esporte Espetacular aos caminhoneiros. Para exibir dois especiais sobre a greve, antes e depois da transmissão do Campeonato Brasileiro, cancelou a sessão de filmes Temperatura Máxima.

Na segunda (28), substituiu integralmente seis programas (Mais Você, Bem Estar, Encontro, Globo Esporte, Vídeo Show e Malhação) pela cobertura especial e encerrou a Sessão da Tarde às pressas. Quem estava assistindo a Se Eu Fosse Você 2 teve o filme cortado após apenas 31 minutos. Sem nenhuma desculpa.

Na terça (29), apenas Malhação voltou ao ar, mas perdeu a liderança para o Cidade Alerta, da Record, durante 16 minutos. 

Nesta quarta, Mais Você, Encontro e Globo Esporte voltaram ao ar, mas em horários diferentes dos habituais e com espaço para entradas do Jornalismo. No lugar do Bem Estar, foi veiculada uma edição extra do Jornal Hoje, que também ocupou o horário do Vídeo Show.

A novela Celebridade entrou no ar às 14h41, duas horas antes do previsto na programação do site da Globo. Suas 2 horas e 27 minutos de duração, quase o dobro do habitual, serviram para condensar oito capítulos da versão original da trama, exibida entre 2003 e 2004. A reprise, que já estava sendo picotada, será substituída por Belíssima, que estreia na próxima segunda-feira (4).

Acompanhar os programas da Globo virou um desafio para o telespectador. Até a publicação desta reportagem, a grade de programação no site oficial não havia sido atualizada com as mudanças dos últimos dias.

Procurada pelo Notícias da TV, a Globo diz que "por causa da cobertura jornalística da greve dos caminhoneiros, foram feitos ajustes na grade nos últimos dias".

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook