Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FRONTEIRAS

Globo estreia série sobre mundo do futebol que sofre desde antes da pandemia

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O repórter Richard Souza olha para a câmera e estica um dos braços e reportagem exibida no Esporte Espetacular

O repórter Richard Souza é o responsável pela série Fronteiras, que estreia no Esporte Espetacular domingo (7)

REDAÇÃO

Publicado em 4/6/2020 - 14h09

A Globo estreia no domingo (7) a série de reportagens Fronteiras, que será exibida dentro do Esporte Espetacular. A produção foi gravada entre fevereiro e março deste ano e mostra como é o futebol em cidades brasileiras que fazem divisa com Paraguai e Bolívia. O especial explora quase que um submundo do esporte, que já enfrentava diferentes dificuldades desde antes da pandemia do novo coronavírus.

O futebol foi uma das áreas afetadas pelas paralisação nos últimos meses, com a suspensão de campeonatos no Brasil e em todo o mundo. Mas em algunas lugares, os problemas dentro e fora dos gramados é anterior à Covid-19. No primeiro dos três episódios, o repórter Richard Souza e sua equipe vão até Guajará-Mirim, no interior de Rondônia, que faz divisa com Guayaramerin, na Bolívia.

Na região, o esporte sobrevive com muito sacrifício e tem histórias como a de Tanaka, um jogador que se divide no trabalho de feirante e entregador. Outros companheiros de time, quando o campeonato estadual é encerrado, cruzam a fronteira para disputar torneios amadores na Bolívia e, assim, aumentar a renda.

"A série nos deu a oportunidade de conhecer e mostrar a realidade do futebol nos limites do nosso país. É quase um submundo. Os jogadores trabalham em condições precárias, e os clubes sofrem para se sustentar", diz o repórter Richard Souza em nota enviada pela Globo.

Nos episódios seguintes, a série Fronteiras vai até Plácido de Castro, no Acre, e Ponta Porã, no Mato Grosso, que fazem divisa com Puerto Evo Morales, na Bolívia, e Pedro Juan Cabellero, no Paraguai, respectivamente.

"Quando você entra nesse cenário, se dá conta de que é ali que está o futebol na sua essência no Brasil. E quando isso se mistura com outros povos, as histórias ficam ainda mais interessantes, ricas e curiosas", afirma o o jornalista. Cada episódio terá em média dez minutos de duração.

Veja abaixo uma foto feita durante a gravação em Plácido de Castro, no Acre:

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Equipe de reportagem do Esporte Espetacular com o time de Plácido de Castro, no Acre

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?