Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

OLHO GORDO

Escritor inglês diz que jornalistas da Globo são grosseiros e torce por queda do Brasil

Reprodução/TV Globo

Ronaldo, Galvão Bueno e Casagrande fazem graça em transmissão de partida da seleção brasileira - Reprodução/TV Globo

Ronaldo, Galvão Bueno e Casagrande fazem graça em transmissão de partida da seleção brasileira

REDAÇÃO

Publicado em 2/7/2018 - 13h48

O escritor inglês Jonathan Wilson, autor de livros sobre futebol e editor da revista trimestral The Blizzard, detonou os jornalistas da Globo que estão trabalhando na cobertura da Copa do Mundo da Rússia. O britânico disse que não vê a hora de os colegas brasileiros irem embora, pois são grosseiros e atrapalham seus colegas de profissão.

"Não tenho nada contra o Brasil, mas quanto antes a Globo sair desse torneio, melhor. Milhares deles estão aqui, são barulhentos e grosseiros no que deveria ser uma área de trabalho", escreveu o jornalista.

Wilson, é claro, exagerou em sua reclamação: a Globo não enviou milhares de profissionais para a Rússia. Foram "apenas" 197, número que inclui os envolvidos com a transmissão do Sportv e para o site do Globo Esporte.

Em resposta ao britânico, o jornalista Wesley Chen chegou a questioná-lo: "Imagino que seja sempre assim nos centros de imprensa de qualquer torneio grande?". "Não com jornalistas de outros países", cortou Wilson.

O escritor inglês Jacob Steinberg deu uma dica ao colega: "Tente fazer amizade com eles". "Eu tentei. Suspirei bem alto, forcei a garganta, e aí me levantei e fui embora. Acho que não demonstro tanta emoção desde que a Diana morreu", ironizou.

"Pode ser que minha paciência esteja encolhendo, mas... Jesus, como eles são irritantes", desabafou Wilson para o colega britânico Marcus Speller.

Cala a boca, Galvão
Não é a primeira vez que os jornalistas da Globo são criticados por seu comportamento exagerado em grandes eventos esportivos. Durante os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, a largada de uma prova de natação foi adiada porque Galvão Bueno estava narrando alto demais e desconcentrando os profissionais.

"É muito, muito barulho no estádio. E muito barulho vindo aqui de perto de mim. Este comentarista precisa calar a boca no começo da prova. Agora, por exemplo: todo mundo está quieto, mas ele não. Desculpe, mas…. A árbitra fez certo [em cancelar a largada]", reclamou um locutor da BBC que estava sentado próximo a Galvão.

Imagine como seria a repercussão dos colegas estrangeiros se a Globo escalasse Márcio Canuto para o Mundial?

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.