Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LANÇAMENTOS

De Michael Jackson a talibã: Globoplay estreia 13 documentários em julho

REPRODUÇÃO/SONY PICTURES

Imagem de Michael Jackson se apresentando em show

Michael Jackson durante show; documentário sobre o Rei do Pop chega ao Globoplay em julho

REDAÇÃO

Publicado em 2/7/2020 - 15h13

A Globo decidiu investir em documentários na sua plataforma de streaming. Em julho, será possível encontrar 13 novas produções do gênero no catálogo do Globoplay. Os temas são variados e vão desde assuntos mais tensos, como as guerras na Síria e o fundamentalismo islâmico do talibã, até conteúdos mais leves, como a vida dos artistas Michael Jackson (1958-2009), Barbra Streisend e Mindy Alper.

Ciência, política e saúde também estão entre os assuntos principais dos novos documentários. Alguns títulos já estão disponíveis na plataforma, como Of Fathers And Sons (2017), que mostra a vida de Osama Osama e o irmão mais novo, Ayman, durante dois anos, contando como é crescer em uma família islâmica radical com um pai que tem como principal objetivo estabelecer um califado.

Os Últimos Homens em Aleppo (2017) também já pode ser conferido no Globoplay. O documentário mostra  os Capacetes Brancos resgatando sobreviventes em zonas de guerra em Aleppo, cidade Síria mais afetada pelos ataques do Estado Islâmico. Na mesma linha está O Futuro das Meninas Afegãs (2015), que aborda a educação das mulheres afegãs diante das ameaças dos talibãs.

Ainda dentro dos temas de guerra, As Mulheres de Auschwitz (2019) mostra a vida daquelas que sobreviveram a experimentos de controle de natalidade e fertilidade durante a Segunda Guerra Mundial. O documentário já está disponível.

Estreias do dia 8

Michael Jackson - O Rei do Pop (2019) narra a trajetória do cantor desde o grupo Jackson 5 até a última turnê. A produção mostra os supostos abusos que sofreu do pai, além da criação da propriedade Neverland.

O público também poderá conhecer mais sobre a vida de Barbra Streisand. A História de um Ícone (2018) mostra a vida da artista, que começou a carreira aos 17 anos apenas com o sonho de trabalhar na Broadaway.

Estreias do dia 15

Vencedor do Oscar de melhor documentário de curta, O Paraíso é um Engarrafamento na 405 (2018) entra no catálogo no meio do mês . A obra traz relatos da artista Mindy Alper sobre sua luta contra depressão e ansiedade, que chegou ao ponto de deixá-la em silêncio e confinada em um sanatório por dez anos, e mostra como a arte a ajuda hoje em dia.

Entrará também Missing 411: Desaparecidos na Floresta (2019). Baseado nos livros do ex-policial David Paulides, o longa narra casos ainda não resolvidos de pessoas que sumiram misteriosamente nas florestas dos Estados Unidos.

Estreias do dia 29

Mais quatro novos documentários fecharão o mês de julho no Globoplay. A Sedução do Açúcar (2015) aborda a relação entre a indústria do açúcar dos Estados Unidos e o aumento considerável das taxas de obesidade no século 21. Ainda sobre a relação com os alimentos, Os Labirintos da Anorexia (2017) revela a luta de uma família para permanecer unida após terem enfrentado a anorexia e a bulimia.

Já em A Ciência do Sono (2018) o documentarista Jeff Semple investiga a influência do sono na qualidade de vida do ser humano, desde controlar o peso corporal até o combate de doenças. Por fim, Drogas Inteligentes (2019) analisa o aumento de consumo de certos tipos de entorpecentes utilizados para melhorar o desempenho de executivos, sobretudo no Vale do Silício e em Nova York.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?