SAÍA DO AR HÁ 15 ANOS

De diretor da Globo a stripper: por onde andam dez talentos do Planeta Xuxa

Divulgação/TV Globo

Xuxa com as paquitas, a dançarina Adriana Bombom e o grupo You Can Dance no Planeta - Divulgação/TV Globo

Xuxa com as paquitas, a dançarina Adriana Bombom e o grupo You Can Dance no Planeta

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 01/08/2017, às 06h25

Há exatos 15 anos, saía do ar o Planeta Xuxa, primeiro projeto da apresentadora a fazer sucesso com toda a família. Dirigido por Marlene Mattos, o programa marcou uma nova etapa na vida da até então "rainha dos baixinhos".

Nos mais de cinco anos em que foi exibida, a atração apresentou para o público vários nomes que estão na TV ainda hoje, como as atrizes Bárbara Borges e Fernanda de Freitas, a apresentadora Nadja Haddad e a repórter Thalita Ribeiro.

O programa também lançou Theo Becker, que ficou marcado por sua participação polêmica no reality A Fazenda. Já o dançarino Fly, que fazia parte do grupo You Can Dance, passou para os bastidores e hoje trabalha como diretor artístico.

E o papaquito Gustavo Moraes, que chamava a atenção ao aparecer sem camisa no palco, continuou fazendo a alegria da mulherada ao virar stripper em Los Angeles.

Confira por onde andam dez assistentes de palco do Planeta Xuxa:

reprodução e divulgação/record

A atriz Bárbara Borges com o figurino clássico de paquita e na novela Belaventura, da Record

Bárbara Borges
Integrante do grupo Paquitas New Generation, Bárbara Borges trabalhou com Xuxa de 1995 a 1999. Depois, investiu na carreira de atriz e ganhou um papel pequeno em Porto dos Milagres (2001) até ser escalada como a vilã de Malhação, em 2002.

Em Senhora do Destino (2004), interpretou a homossexual Jennifer, que tinha um romance com Eleonora (Mylla Christie). Apesar de bem aceito pelo público, o casal deixou marcada a carreira de Bárbara, que só conseguiu fazer participações em séries como Carga Pesada e A Diarista nos anos seguintes.

Em 2009, ela migrou para a Record, onde atuou em Bela, a Feia (2009), Balacobaco (2012) e no especial Nova Família Trapo (2013). Com a ida de Xuxa para a emissora, retomou sua parceria como repórter de internet do Programa Xuxa Meneghel. Atualmente, está no ar como a Polentina de Belaventura.

reprodução e divulgação/tv globo

Fernanda de Freitas era a Garota Peixes no Planeta Xuxa; atualmente, ela brilha na Escolinha

Fernanda de Freitas
Uma das novidades do Planeta Xuxa era que as paquitas dividiam espaço com as Garotas do Zodíaco, 12 jovens bonitas que representavam os signos. Os piscianos tinham como musa no horóscopo a atriz Fernanda de Freitas, em seu segundo trabalho na TV; antes, ela já tinha feito Terra Nostra (1999).

Fernanda não demorou para conseguir novos papéis: fez novelas como Coração de Estudante (2002), Kubanacan (2003) e Bang Bang (2005). Muito parecida com Deborah Secco, viveu a irmã da personagem da "sósia" em Pé na Jaca (2006). Também contracenou com Deborah em Decamerão - A Comédia do Sexo (2009).

Depois, investiu nas séries de comédia: fez S.O.S. Emergência (2010), Tapas & Beijos (2011-2015) e, atualmente, se divide entre a Andréia de Mister Brau e a Marina da Glória da nova versão da Escolinha do Professor Raimundo.

reprodução e divulgação

Fly com os cabelos compridos na época do You Can Dance e na capa do seu livro de finanças

Fly
Fly, nome artístico de Vagner Meneses Pereira, era um dos integrantes do grupo You Can Dance, que cantava e dançava funk no Planeta e no Xuxa Hits. No auge do sucesso, em 1999, posou nu com os outros três amigos para a revista G Magazine.

Mesmo com o fim do programa, Fly não saiu da Globo. Entre outras funções, foi o coreógrafo de Cheias de Charme (2012) e, logo depois, foi promovido a diretor artístico. Ele cuida, por exemplo, das vinhetas de fim de ano da emissora.

Também virou consultor financeiro e dá palestras nas quais ensina as pessoas a cuidarem de seu dinheiro. A carreira, bem longe do entretenimento, surgiu por motivação pessoal: ele gastou tudo o que tinha recebido com o You Can Dance, foi parar no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e teve de se virar para sair do buraco.

reprodução/instagram

Graziela Schmitt com fã na época de paquita e em visita ao estúdio do Dancing Brasil

Graziella Schmitt
Parceira de Bárbara Borges no New Generation, Graziela Schmitt se manteve como a paquita Grazi Modelão até o ano 2000. Depois, apresentou a TV Globinho entre 2002 e 2003 e, como atriz, foi antagonista das temporadas 2004 e 2005 de Malhação.

Graziela voltou à novela teen em 2009, em um papel menor, até ganhar sua primeira protagonista no SBT, em Amor e Revolução (2011). Em Portugal, protagonizou a novela Belmonte, da TVI, e atualmente está no ar em O Rico e Lázaro, da Record.

reprodução/instagram

Gustavo em ensaio sensual para a G Magazine e em seu apartamento em Los Angeles

Gustavo Moraes
Se as paquitas mexiam com as fantasias dos marmanjos pelos visuais de ninfetas, os papaquitos eram um presente de Xuxa para o público feminino, com seus corpos sarados à mostra. Gustavo Moraes foi um dos seis ocupantes do posto e, como o papaquito Romântico, arrasava corações.

Depois do programa, posou nu para a revista gay G Magazine e se mudou para Los Angeles, onde começou a trabalhar como stripper no grupo The Hollywood Men, que faz um espetáculo voltado para o público feminino. No Brasil, adotou o sobrenome artístico Salyer e participou da quinta edição de A Fazenda (2012).

Segundo eliminado do reality, emplacou um namoro com a ex-panicat Nicole Bahls. Mas, quando o romance chegou ao fim, voltou para os Estados Unidos e foi flagrado fazendo novas apresentações como stripper. Atualmente, namora Manoella Stoltz, que viveu um romance lésbico com Angelis Borges na Fazenda de Verão (2013).

reprodução/instagram

Lana Rhodes em sua época de paquita e, atualmente, em ensaio publicado no seu Instagram

Lana Rhodes
Com a virada de milênio, Xuxa trocou as Paquitas New Generation pela Geração 2000. Lana Rhodes era a vocalista do grupo e se destacou pela voz afinada. Ela foi semifinalista da primeira temporada do Ídolos, em 2006. Na sequência, conseguiu um dos seis papéis principais da novela adolescente Alta Estação, da Record.

Na emissora de Edir Macedo, investiu pesado na carreira de atriz: fez a trapezista Esmeralda em Caminhos do Coração (2007) e Os Mutantes (2008), atuou nas duas temporadas de Rebelde (2011-12) e também fez as minisséries A História de Ester (2010) e Plano Alto (2014).

No ano passado, voltou à Globo para uma participação especial em Rock Story como a médica que cuida do músico Nicolau (Danilo Mesquita). Neste ano, ela atuou no espetáculo Vamp, o Musical, que encerrou temporada no Rio de Janeiro em junho.

reprodução/instagram

Monique Alfradique com o visual de paquita, ainda jovem; e na série A Vila, do Multishow

Monique Alfradique
Monique Alfradique tinha apenas 13 anos quando virou a paquita Pastelzinho. Ela trabalhou com Xuxa de 1999 a 2002 e, com o fim do Planeta, decidiu investir na carreira de atriz. Atuou em Agora É que São Elas (2003), foi uma das protagonistas de A Lua Me Disse (2005) e também fez a vilã de Malhação em 2006.

Também participou da minissérie Cinquentinha (2009) e de sua continuação, Lara com Z (2011). Seu último trabalho na Globo foi A Regra do Jogo (2015), no qual viveu Tina, uma ex-rica que se mudava para a favela com o marido (Bruno Mazzeo).

Fora da Globo, tem mostrado seu lado cômico em séries do Multishow, como #PartiuShopping (2015) e A Secretária do Presidente (2016). Estará ainda em A Vila, nova atração de Paulo Gustavo que estreia neste mês no canal pago.

reprodução/instagram

Nadja Haddad como a Garota Capricórnio e fazendo 'carão' durante visita a um museu

Nadja Haddad
Outra das 12 Garotas do Zodíaco era Nadja Haddad, a representante de Capricórnio. Na época, ela trancou a faculdade de direito para cursar jornalismo. Na nova área, trabalhou na Rádio Tupi e no Canal 21 até ser chamada pela Band para ser repórter no Rio. Durante uma reportagem em 2005, foi atingida por uma bala perdida no Morro Dona Marta, teve uma perfuração no pulmão e chegou a correr risco de morte.

Após sua recuperação, mudou-se para São Paulo para comandar o Primeiro Jornal. Em 2006, substituiu Mariana Ferrão na bancada do Jornal da Band. Na emissora, também participou da transmissão do Carnaval e do Festival de Parintins.

No fim de 2013, assinou com o SBT, onde participa do Programa do Ratinho como jurada do quadro Dez ou Mil e também comanda o programete SBT na Web, feito para o site da emissora. Além disso, é uma das apresentadoras do SBT Folia.

reprodução/instagram

Thalita Ribeiro na época de paquita e segurando o uniforme nos bastidores do show Xuchá

Thalita Ribeiro
Na Geração 2000, Thalita Ribeiro se destacou como a paquita Tatá. Atriz desde antes de trabalhar com a "rainha dos baixinhos", Thalita fez a minissérie A Casa das Sete Mulheres (2003), América (2005) e Malhação (2007).

Em 2005, ela foi uma das apresentadoras da TV Globinho, juntamente com Letícia Colin e Geovanna Tominaga, e decidiu investir nessa faceta. Em 2011, virou repórter esportiva da CNT e, atualmente, trabalha na RedeTV!, também com foco no esporte.

Uma curiosidade: ela é casada com Patrick de Oliveira, ator que fez sucesso em Despedida de Solteiro (1992) e A Próxima Vítima (1995). Ele também trabalha com esporte na TV e já dirigiu a versão carioca do programa Os Donos da Bola, da Band.

reprodução/instagram e edu moraes/recordtv

Theo Becker com Xuxa na época do Planeta e em sessão de fotos para o Dancing Brasil

Theo Becker
Apresentado ao público brasileiro como o descamisado Fortão Loirinho do Planeta Xuxa, Theo Becker ficou no programa entre 2001 e 2002. Ex-modelo, estreou como ator em Celebridade (2003), no qual vivia o irmão do personagem de Fábio Assunção. Sem emplacar na Globo, migrou para a Record, onde conseguiu logo de cara o protagonista masculino de A Escrava Isaura (2004).

Depois, fez Prova de Amor (2005) e as duas primeiras temporadas de Os Mutantes, como o Homem-Cobra, que tinha um affair com a Mulher-Aranha (Natália Guimarães). Em 2009, participou da primeira edição de A Fazenda e roubou a cena ao surtar no reality, discutindo com todos os peões.

Marcado pela fama de brigão, Theo se arriscou como cantor e lançou o CD Minha Vez em 2014, mas não conseguiu fazer sucesso. Atualmente, está se arriscando nas coreografias do Dancing Brasil, no qual volta a trabalhar com Xuxa.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Paloma deve ficar em Bom Sucesso?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook