Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FIM DE CONTRATO

Criticado na Globo, Andre Marques sai da emissora após 27 anos

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Andre Marques com uma camisa preta e sorriso no É de Casa

Andre Marques no É de Casa do último sábado (28): ele deixa a Globo após 27 anos

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 30/5/2022 - 11h33
Atualizado em 30/5/2022 - 12h34

Ator e apresentador na Globo desde 1995, quando estreou com o personagem Mocotó em Malhação (1995-2022), Andre Marques deixou a emissora nesta segunda-feira (30). Seu contrato se encerra no fim deste mês e não será renovado. A partir de agora, ele poderá ter contratos por obras específicas na emissora --ou seja, quando trabalhar em algum programa, receberá apenas por aquele projeto. O apresentador foi muito criticado no ano passado por seu desempenho no comando do No Limite.

Marques confirmou a saída em publicação feita em seu Instagram. Seu último trabalho na Globo será a edição do programa É de Casa no fim de junho. Na rede social, ele definiu sua nova relação com a empresa como "algo aberto". Além disso, se colocou à disposição para novos projetos em outras empresas e disse que, nos próximos meses, vai descansar e entrar de férias após anos de trabalho sem pausa. 

"Vivi uma linda relação com a Globo. Sou só gratidão. E, depois desses quase 30 anos de um casamento feliz, fiel e cheio de amor, conversamos bastante, e em comum acordo, decidimos nos separar no papel! Agora, continuaremos grandes amigos, podemos ficar às vezes --ou não--, namorar, casar novamente, amizade colorida... Ou não. Uma relação aberta", disse o apresentador. 

Ele também comentou que quer realizar outros sonhos em sua carreira. "Serei meu próprio chefe! (...) Vou cozinhar por esse Brasil e pelo mundo, levando vocês comigo pela tela da TV, do celular, do computador e no coração. Assim que puder, conto mais detalhes. Porque antes vou tirar umas férias", avisou.

Andre Marques começou como ator na Globo e atuou em Malhação entre 1995 e 2000 como Mocotó, um dos personagens mais lembrados da trama. A partir de 2002, ele se dedicou à apresentação. Se tornou a cara do Vídeo Show (1983-2019) após a saída de Miguel Falabella e fez o programa entre 2002 e 2013. 

Apresentou também programas como Superstar (2014-2015), É de Casa, The Voice Kids e The Voice +. Em 2021, comandou o revival do No Limite e foi bastante criticado pelo seu desempenho, considerado fraco e sem emoção reality. Foi tão mal que deixou o programa em 2022 --substituído por Fernando Fernandes. 

Marques também substituiu Tiago Leifert a partir da fase de tira-teima do The Voice Brasil, no ano passado. Desde 2015, ele comandava o É de Casa nas manhãs de sábado junto com outros apresentadores. Em julho, a atração passará a ser comandada por Maria Beltrão, Thiago Oliveira, Talitha Morete e Rita Batista.

A Globo divulgou nota sobre a saída de Marques: "Andre Marques deixa a Globo após uma longa trajetória como ator e apresentador. Do inesquecível Mocotó de Malhação (1995), à apresentação do É de Casa, matinal que integra desde a estreia, passando por realities como The Voice Kids, The Voice+, The Voice Brasil, Superstar, e No Limite, além do Vídeo Show, foram 27 anos em que seu carisma, talento e sua irreverência conquistaram o público".

"Como todos sabem, a Globo, em sintonia com as transformações do mercado, vem adotando novas dinâmicas de trabalho com seus talentos. E esse novo modelo de gestão de talentos permite que as parcerias sejam renovadas e em muitos outros formatos. André tem abertas as portas da Globo para futuros projetos em todas as suas múltiplas plataformas", concluiu a Globo.

Leia o texto de despedida de Andre Marques:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.