Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Estreia hoje

Com estrelas da TV e 45 atrações, Globo de Ouro homenageia o samba

Fotos Marcelo Tabach/Viva

Maria Rita e Zeca Pagodinho fazem dueto durante o Globo de Ouro Palco Viva Samba - Fotos Marcelo Tabach/Viva

Maria Rita e Zeca Pagodinho fazem dueto durante o Globo de Ouro Palco Viva Samba

FERNANDA LOPES

Publicado em 11/7/2016 - 5h00

Programa musical exibido originalmente nos anos 1980 e 1990 pela Globo, o Globo de Ouro virou uma franquia do canal Viva. Depois de edições com artistas jovens cantando sucessos do passado e de uma versão dedicada apenas ao axé, o canal exibe agora uma homenagem ao centenário do samba. Com apresentação de Taís Araújo e Cauã Reymond e 45 atrações musicais, o Globo de Ouro Palco Viva Samba estreia nesta segunda-feira (11), às 21h.

Em seis episódios, que vão ao ar durante toda esta semana (até sábado), o programa apresenta em média seis números musicais por edição, de diferentes vertentes do samba. No primeiro dia, por exemplo, há performances de Luiz Melodia, Roberta Sá, Beth Carvalho e Péricles.

O ex-integrante do Exaltasamba é experiente na TV. Ele faz parte do elenco do Esquenta desde a primeira temporada, em 2011, e também participou do Globo de Ouro Palco Viva em 2014. Desta vez, Péricles canta a música Desliga e Vem, de 1996. Nos bastidores, ele reencontrou um dos compositores da canção, que fez parte da banda de apoio da atração. 

"Eu já havia me emocionado muito ao cantar no palco do Globo de Ouro Palco Viva um sucesso de Cassiano, A Lua e Eu, e voltar a participar é sempre muito bom. Quero voltar outras vezes. Eu creio que toda a chance que tivermos para cantar e cultivar o samba no imaginário das pessoas é sempre muito válida", declara.

Sentada, Beth Carvalho se apresenta no programa Globo de Ouro Palco Viva Samba

Beth Carvalho, considerada a "madrinha do samba", canta dois hits do gênero: Vou Festejar e Coisinha do Pai. A artista, que passou os anos de 2012 e 2013 internada para tratar um grave problema na coluna, fez questão de estar presente na reunião de sambistas, mesmo sem conseguir se apresentar de pé, andando pelo palco. "Com 50 anos de carreira, a maior parte deles no samba, não existe preparação melhor do que cantar com o coração. O samba não morre jamais", disse ao Notícias da TV.

Além da celebração da música, o programa todo é uma grande homenagem entre amigos e familares. A cantora da Maria Rita se emociona ao cantar a música Conselho, de Jorge Aragão, ao lado do ídolo Zeca Pagodinho. Preta Gil canta Aquele Abraço, de seu pai, Gilberto Gil, e Alice Caymmi lembra o avô, Dorival Caymmi, com a canção Samba da Minha Terra. Não falta apelo familiar e histórico.

Para a apresentadora Taís Araújo, o momento mais emocionante é quando Alcione solta a voz em um dueto com Diogo Nogueira. Ela ressalta também que o Globo de Ouro Palco Viva Samba traz um registro da última participação do cantor Mário Sérgio, do Fundo de Quintal, em um programa de TV. Ele morreu no dia 29 de maio, aos 58 anos, vítima de um linfoma, o câncer no sistema linfático.

"O que tem de mais especial nesse programa é que a gente conseguiu fazer o que foi a última gravação do Mário Sérgio, do Fundo de Quintal, antes de morrer. Vou até propor uma homenagem especial", diz.

Taís Araújo e Cauça Reymond no estúdio em que foi gravado o Globo de Ouro, do Viva

Das novelas para o palco

Para o gerente de marketing do Viva, Fernando Schiavo, a escolha de Taís Araújo e Cauã Reymond como apresentadores do Globo de Ouro Palco Viva Samba se deu por um motivo muito simples: "Escolhemos atores que têm uma grande simpatia do público. E, no caso da Taís, ela também tem uma forte ligação com o samba".

A atriz conta que vem de uma família de sambistas, em que "tudo que é festa acaba em samba". Além de já ter desfilado no Carnaval do Rio de Janeiro, neste ano ela foi musa de um dos camarotes da Sapucaí e apresentou a cobertura do Viva do desfile das escolas de samba campeãs do Rio de Janeiro.

Quando recebeu o convite para trabalhar com a mesma equipe do Carnaval no Globo de Ouro, a atriz aceitou a proposta e se inspirou em Isabela Garcia, que apresentou a versão original do programa, para comandá-lo. Taís já tinha histórico na Globosat _esteve à frente também do Superbonita, no GNT, de 2006 a 2009. No ar atualmente na série Mister Brau, não descarta a possibilidade de ter um programa com plateia no futuro.

"Acho interessante, divertido e me dá muito prazer, mas acho que eu teria que participar de todo o conceito desde o início. Gosto de criar também, não só estar ali na frente apresentando", afirma.

Cauã Reymond confiou na experiência de Taís e "topou na hora" a oportunidade de ser apresentador de TV pela primeira vez. "Tentei ser o mais simples e intuitivo possível e me apoiei muito na parceria com a Tais, que é animadíssima, tem um humor genial e foi uma grande companheira. Acho que o Globo de Ouro faz parte da memória afetiva da minha geração, por isso foi muito prazeroso estar nesta função e poder reverenciar a história de um gênero tão brasileiro", declara.

Alcione é reverenciada por Diogo Nogueira durante o Globo de Ouro Palco Viva Samba

Veterano da TV

O Globo de Ouro original, que foi ao ar na Globo de 1972 a 1990, ganhou uma versão atualizada no Viva em 2014. Com dez episódios, o programa foi apresentado por Juliana Paes e Marcio Garcia e fez homenagens a artistas consagrados do passado. Segundo Letícia Muhana, que foi diretora do canal, a ideia de reviver a atração era "refrescar" a programação do Viva.

"O Globo de Ouro é um programa que resgata hits, que homenageia o sucesso. Reunimos clássicos do samba e novos nomes do cenário musical, o que garante, também, um frescor em nossa grade", complementa o gerente de marketing do canal, Fernando Schiavo, sobre a atração.

Tanto ele quando Taís e Cauã acham que a TV brasileira vive um momento em que não faltam programas musicais, principalmente com o sucesso de reality shows como o The Voice e o SuperStar, da Globo. Mesmo assim, os três consideram que a atração ganha sobrevida na TV paga porque consegue atingir a memória afetiva do público. "Sinto falta de um programa como o Globo de Ouro, só de músicas consagradas, na TV aberta", confessa a atriz. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Web Stories

+
Harmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13Vereda Tropical no Globoplay: Veja por onde andam cinco atores sumidos da novela

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?