Maria Antonieta de las Nieves

Chiquinha revela que deixou Chaves por dinheiro e se diz arrependida

AGNEWS

Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha da série Chaves, durante visita ao Brasil, em 2013 - AGNEWS

Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha da série Chaves, durante visita ao Brasil, em 2013

PAULO PACHECO - Publicado em 13/03/2015, às 12h14

A atriz mexicana Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha da série Chaves, revelou ter deixado o elenco do humorístico para ganhar dez vezes mais em outra rede de televisão mexicana. Em sua autobiografia, lançada na última quarta-feira (11) na Cidade do México, a comediante confessa ter se arrependido por abandonar o humorístico de Roberto Gómez Bolaños na década de 1970: "Todos cometemos erros".

"Honestamente, me deu muito trabalho decidir deixar Chespirito [apelido de Bolaños], porém se com ele eu ganhava 100 pesos por semana, no canal 13 eu ganharia 2.000 pesos por programa, ou seja, 1.000 pesos por semana", afirma Maria Antonieta de las Nieves na autobiografia intitulada Había una Vez una Niña en la Vecindad (Era uma Vez uma Menina na Vizinhança, em português).

"A vida é um caminho de encruzilhadas e muitas vezes toma um caminho errado. Todos cometemos erros!", completa a atriz.

Maria Antonieta de las Nieves estava grávida quando deixou Chaves, em 1973. A atriz chegou a interpretar a menina Chiquinha perto de dar à luz e teve que disfarçar o barrigão com roupas mais largas.

Logo após o nascimento do primeiro filho, entretanto, ela decidiu sair definitivamente do humorístico e assinou com a rede mexicana Azteca para apresentar o programa infantil Pampa Pipiltzin.

Maria Antonieta de las Nieves (à direita) interpreta Chiquinha grávida em Chaves (Reprodução)

Para suprir a falta de Chiquinha, Roberto Gómez Bolaños criou Pópis (Florinda Meza) e Nhonho (Edgar Vivar), além de outros personagens secundários, em 1974. Maria Antonieta de las Nieves, entretanto, voltou atrás e retornou ao elenco do humorístico em 1975. Ficou até a última gravação do programa Chespirito, em 1995.

Durante o lançamento de seu livro, Maria Antonieta de las Nieves descartou qualquer reconciliação com o elenco de Chaves e disse ter sido traída pelo filho de Bolaños, Roberto Gómez Fernández, e pelo ator Rubén Aguirre, o Professor Girafales.

"Não sou rancorosa, mas creio que já aprendi. Fiquei desapontada em muitas ocasiões, e nesta idade [64 anos] não quero voltar a ir ao hospital, infartei duas vezes, quando Chespirito e a Televisa me processaram. Fomos uma família muito bonita, nos dávamos bem nos primeiros seis anos, com essa recordação quero ficar", disse.

A atriz e o filho de Bolaños se desentenderam pela inclusão de Chiquinha no desenho animado de Chaves (ela ficou fora), do qual ele é produtor. Já Rubén Aguirre não a apoiou quando ela estava brigando na Justiça com o criador de Chaves pelos direitos da personagem.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Tudo sobre

Chaves

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook