GABRIEL GASPARINI

Campeão de O Aprendiz abriu mão de salário de R$ 9 mil para virar influenciador

KELLY FUZARO/BAND

Milionário após O Aprendiz, Gabriel Gasparini pediu demissão de um emprego para virar influenciador - KELLY FUZARO/BAND

Milionário após O Aprendiz, Gabriel Gasparini pediu demissão de um emprego para virar influenciador

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 03/07/2019, às 06h15

Hoje especialista em dicas gastronômicas na web, Gabriel Gasparini abriu mão de um cargo no marketing de uma multinacional e um salário de quase R$ 9 mil para virar influenciador digital no final de 2014. Quase cinco anos depois, ele está milionário. Campeão de O Aprendiz nesta semana, sua conta está recheada com R$ 1 milhão.

"Quando surgiu a oportunidade de entrar no Aprendiz, defini isso como prioridade da minha vida. Era a chance que eu precisava pra virar o jogo na minha vida. Coloquei o reality como prioridade absoluta. Esqueci a vida que eu tinha aqui fora pra me dedicar ao jogo", explica Gasparini, o Gaspa, ao Notícias da TV.

Formado em Administração de Empresas, o paulistano de 30 anos trabalhou durante seis anos com trade marketing (área que cuida do lucro de um produto em diferentes pontos de venda) em três empresas diferentes. Seu último emprego formal foi na Unilever, até dezembro de 2014, com vencimentos mensais na casa de R$ 8,9 mil.

"A Unilever foi a primeira empresa que trabalhei e não tinha nada a ver com bar e restaurante, que era o que eu mais gostava. Eu estava trabalhando lá com loção hidrante e creme dental, aí foi quando eu percebi que aquilo não me fazia feliz. Não tinha vontade, estava realmente desmotivado lá", desabafa o empreendedor.

Os planos de vida começaram a mudar em setembro de 2014, durante uma viagem com amigos. "Eles disseram: 'A gente sempre te pede dicas pra onde ir com namorada, com mãe, em Dia dos Namorados, enfim... No dia seguinte que falaram isso, eles batizaram como gaspaindica e aí eu mudei o meu Instagram pessoal pra essa arroba que tenho até hoje", conta.

Na ocasião, Gasparini tinha apenas 500 seguidores e ainda estava em seu emprego com carteira assinada, mas começou a pegar gosto pelo universo dos influenciadores.

"Passei a receber alguns contatos de estabelecimentos. Quando deu dezembro, eu vi que tinha um dinheiro na conta e fiz um planejamento. Falei: 'Ah, vou largar isso aqui e, na pior das hipóteses, sobrevivo um ano'. Apostei e acabou dando certo", diz.

No mês seguinte ao pedido de demissão, o administrador de empresas conseguiu seu primeiro contato comercial e passou a prestar serviço de consultoria para uma startup do universo gastrônomico por um contrato de R$ 2,5 mil. "Ou seja, menos de um terço do valor que eu ganhava na empresa", ressalta o vencedor de O Aprendiz.

R$ 1 milhão na conta

De 2015 pra cá, Gasparini conseguiu se estabilizar financeiramente com a carreira que escolheu seguir. "Presto algumas consultorias de marketing digital para restaurantes e pessoas que não sabem trabalhar com redes sociais, consultoria pra startups que desejam empreender na gastronomia".

"Minha rotina também envolve visitar restaurantes, em São Paulo ou qualquer lugar. E tem também a parte de publi, que aumentou muito desde que O Aprendiz foi pro ar", exalta o empreendedor. Antes de entrar no reality da Band em março, ele tinha 130 mil seguidores. Quase quatro meses depois, soma 210 mil fãs.

Gasparini diz que valeu a pena ter abandonado a estabilidade de seu antigo emprego. Após derrotar outros 17 influenciadores digitais em O Aprendiz,  ele ganhou um carro zero quilômetro e R$ 1 milhão. Além, é claro, de sessões mensais de coaching durante um ano com o conselheiro de Roberto Justus no programa, José Roberto Marques.

"Vou investir no meu Instagram. Quero desenvolver mais e ter outras frentes, tenho um site novo saindo do forno que vai auxiliar a busca de quem usa o gaspaindica pra sair. Também quero diversificar produto, penso em abrir um e-commerce e licenciamento de produto futuramente. Imagino que vou ficar com o carro, e o coaching vou conversar com o José Roberto. Pretendo fazer tudo", projeta o milionário.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook