IARA CAVALCANTI

Campeã do Batalha dos Confeiteiros, sergipana fará primeira viagem ao exterior

Antonio Chahestian/Record

Iara Cavalcanti é a campeã da segunda temporada do Batalha dos Confeiteiros: rumo aos EUA - Antonio Chahestian/Record

Iara Cavalcanti é a campeã da segunda temporada do Batalha dos Confeiteiros: rumo aos EUA

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 12/07/2018, às 05h18

Ao se sagrar campeã da segunda Batalha dos Confeiteiros, Iara Cavalcanti ganhou mais do que o título do talent show da Record: escolhida para comandar uma das filiais da Carlo's Bakery no Brasil, a sergipana de 30 anos deverá passar uma temporada nos Estados Unidos, acompanhando de perto o trabalho de Buddy Valastro nos bolos que fizeram a fama do Cake Boss. Será a primeira vez que a confeiteira viajará para o exterior.

"Eu ainda não tive a oportunidade de sair do país, então essa possibilidade me anima e empolga muito!", diz ela ao Notícias da TV. O campeão da primeira edição, Rick Zavala, passou três meses em Nova Jersey, sede do império do confeiteiro, para ser treinado pela equipe de Valastro, que pagou por sua estadia e até o recebeu em sua casa _Buddy sempre diz que quem trabalha com ele vira parte da família.

"A Carlo's Bakery é renomada mundialmente e espero honrar o dolmã branco e mostrar que meu trabalho pode agregar muito à família", celebra a nova campeã.

O caminho de Iara até o título, revelado na noite de ontem (11), foi intenso. As gravações do reality ocorreram em setembro do ano passado em ritmo acelerado, para aproveitar a passagem de Valastro pelo Brasil, e todos ficavam até 13 horas por dia em estúdio.

Os 12 primeiros episódios foram rodados em menos de três semanas. Já a final, inicialmente planejada para ser feita ao vivo, foi gravada no fim de junho _para evitar que a vitória de Iara vazasse antes da hora, a Record gravou duas versões: no desfecho que não foi ao ar, a sergipana perdia para Luiz Toledo.

"Tudo foi bem difícil, porque nós trabalhávamos muito. Mas eu mirava no meu objetivo final e arranjava forças para continuar dia após dia. Estar no Batalha era um sonho, então tentava ignorar o cansaço e aproveitar tudo aquilo", confessa.

E os obstáculos não se resumiram à correria: confinados, os participantes tiveram que abrir mão de seus celulares. "Ficamos sem nenhum contato com o 'mundo lá fora'. E ainda enfrentamos desafios complexos, com tempos curtíssimos, trabalhando com outros profissionais que visavam a mesma vaga que a minha e que eu não conhecia anteriormente."

Para resistir ao desgaste físico e emocional, a campeã admite que buscou apoio nos colegas e no próprio apresentador. "O Buddy nos estimulava muito a dar o nosso melhor, mas acredito que a amizade que criei com os demais participantes foi fundamental para nos apoiar e aguentar a rotina intensa."

Agora que o estresse ficou no passado, Iara se prepara para uma nova etapa de sua vida, de confeiteira e empresária internacional. E ela aproveita a experiência no reality para encarar de frente tudo o que está por vir. "A gente sai do Batalha achando que é capaz de tudo, porque vivemos tanta complexidade lá dentro (risos)", encerra.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook