MERCHAN DISFARÇADO?

Camisa de Rodrigo Faro gera discussão e atrasa gravação na Record

REPRODUÇÃO/RECORD TV

Rodrigo Faro em seu programa na edição do dia 10 de junho; ele bateu o pé para gravar com sua camisa - REPRODUÇÃO/RECORD TV

Rodrigo Faro em seu programa na edição do dia 10 de junho; ele bateu o pé para gravar com sua camisa

GABRIEL PERLINE - Publicado em 17/06/2018, às 07h33

Rodrigo Faro atrasou em meia hora a gravação de uma reportagem externa para seu programa na Record, na semana passada, devido a uma discussão por conta de seu figurino. O apresentador bateu o pé para usar uma camisa que ele mesmo providenciou, mas que continha o símbolo de uma marca na altura do peito, e foi advertido por uma camareira, que pediu para ele trocar de roupa.

Faro não gostou de ser advertido e não aceitou usar outra camisa. Em sua defesa, alegou que as cores do bordado e da peça de roupa eram iguais e que no vídeo o logotipo ficava invisível.

"Realmente houve um contratempo, mas não teve nenhum estresse. O Rodrigo mostrou para a moça que trabalha no departamento de figurino que o desenho bordado em sua camisa não iria aparecer no vídeo", disse Danilo Faro, irmão e assessor de Faro, ao Notícias da TV.

"Ele [Rodrigo] jamais descumpriria uma norma da Record e jamais faria merchan sem avisar a casa. Isso não é de sua índole. Ele jamais se aproveitaria de sua exposição da TV para fazer algo desse tipo", sustenta Danilo.

A emissora proíbe que seus funcionários apareçam no vídeo usando peças que contenham logotipos, desenhos ou quaisquer informações, independentemente dos tamanhos.

Como muitos apresentadores são patrocinados por marcas de roupas, a Record quer evitar que seus funcionários se aproveitem da exposição na TV para fazerem merchandising indireto enquanto estão no ar. A prática é bastante comum, e os artistas patrocinados não costumam repassar parte de seus cachês para as emissoras em que trabalham.

Nesse caso, Rodrigo Faro levou a melhor na discussão e conseguiu usar a roupa que tanto queria, mas atrasou em 30 minutos o início da gravação, de imagens de um casamento. 

A reportagem apurou que caso o logotipo da marca seja perceptível, os editores usarão recursos visuais para esconder o desenho, que poderá aparecer com uma tarja ou com mosaicos quando o material for ao ar no programa Hora do Faro.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook