Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

#Respeito

Ator de Friends reúne estrelas da TV e lidera campanha contra o assédio

Imagens: Reprodução/YouTube

David Schwimmer e Zazie Beetz em vídeo de campanha contra o assédio nos EUA - Imagens: Reprodução/YouTube

David Schwimmer e Zazie Beetz em vídeo de campanha contra o assédio nos EUA

REDAÇÃO

Publicado em 7/4/2017 - 5h09

O diretor e produtor David Schwimmer, o Ross de Friends (1994-2004), lidera um projeto que alerta sobre diferentes tipos de assédio. Ele produziu cinco curtas-metragens em parceria com uma cineasta israelense-americana mostrando situações em que mulheres são vítimas de desrespeito e violência. Participam das peças atores de renome da TV, como Emmy Rossum (Shameless), Cynthia Nixon (Sex and the City) e Michael Kelly (House of Cards).

O próprio Schwimmer atua em um dos curtas, chamado de O Chefe. Ele fez o papel do líder que pede ajuda a uma funcionária, vivida por Zazie Beetz (Atlanta), para resolver um problema em seu computador. Depois que ela encontra a solução, ele a beija na boca.

Cynthia Nixon aparece em O Médico. A personagem é assediada e apalpada nos seios durante uma consulta. O médico é interpretado por Michael Kelly. Já Emmy Rossum vive uma jornalista em O Político. Sua personagem entrevista um candidato (Harry Lennix, de Blacklist) e recebe cantadas e convites inapropriados durante a conversa.

Grace Gummer (Mr. Robot) e Joseph Sikora (Power) fazem O Colega de Trabalho. Finalmente, o vídeo O Ator é estrelado por Cristela Alonzo (Cristela) e Noah Emmerich (The Americans). Todas as histórias retratadas na campanha são baseadas em fatos reais.

Para assistir Aos vídeos, basta acessar o YouTube e escrever o nome dos respectivos curtas na barra de pesquisa: The Boss (O Chefe), The Doctor (O Médico), The Politician (O Político), The Coworker (O Colega de Trabalho) e The Actor (O Ator).

Cynthia Nixon e Michael Kelly em vídeo em que um médico assedia uma paciente

#ThatsHarassment
O projeto ganhou o nome de #ThatsHarassment (Isso é Assédio) e foi lançado na última quarta (5), em um painel organizado pela revista Cosmopolitan.

Schwimmer trabalhou com a cineasta israelense-americana Sigal Avin, que em dezembro do ano passado publicou no Facebook cinco vídeos com denúncias de assédio no mundo da moda, nos bastidores do cinema e no ambiente corporativo. Eles serviram de inspiração para os curtas com atores da TV norte-americana.

Os vídeos são breves, com menos de cinco minutos de duração, e podem ser perturbadores para algumas pessoas. Propositadamente, a câmera foi colocada em um ponto de vista voyuer, sempre atrás de uma janela. O resultado é um visual bastante realista, como se os personagens em cena estivessem sozinhos, sem ninguém por perto.

Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.