Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DAYANE ENZ

Após fugir de pedido do noivo ao vivo, jornalista da Record aceita se casar

REPRODUÇÃO/RECORD

O bombeiro Wellington Fialho faz pedido de casamento à repórter Dayane Enz, repórter da Record em Londrina, no Paraná; pedido foi feito durante o Cidade Alerta Londrinha nesta quarta-feira (9)

Dayane Enz, repórter da Record no Paraná, foi pedida em casamento ao vivo, mas só respondeu no dia seguinte

KELLY MIYASHIRO

Publicado em 9/1/2020 - 14h05

Após fugir de um pedido de noivado ao vivo, a jornalista Dayane Enz, da RIC TV, afiliada da Record no Paraná, aceitou se casar com o bombeiro Wellington Fialho. No Balanço Geral Londrina desta quinta-feira (9), a repórter cedeu ao namorado devido a críticas por ter deixado o militar sem resposta na tarde de quarta (8), durante o Cidade Alerta local.

O telejornal policial reuniu o casal no estúdio para que Dayane desse o veredicto sobre o status do relacionamento. "Você deu o toco nele! Se eu fosse ele, ia pegar a minha mangueira e ia apagar o fogo em outro lugar", provocou o apresentador Giuliano Marcos, em tom jocoso, fazendo todos rirem. 

Depois de muita enrolação para segurar a audiência até o fim da edição, ela finalmente disse o esperado "sim". "Você aceita ou não aceita?", perguntou Fialho. "Aceito, óbvio que aceito", decretou Dayane.

"Você sabe que eu sou uma pessoa muito difícil. Já fui casada e não queria cometer os mesmos erros. Mas você me mostrou que pode ser diferente", completou a noiva, em tom apaixonado. Os dois selaram o pedido com um beijo e colocaram asalianças um no outro. 

reprodução/record

Dayane Enz mostrou a aliança ao vivo durante o Balanço Geral Londrina nesta quinta-feira (9)

Ao Notícias da TV, a repórter explicou que não havia aceitado dar o passo sério no relacionamento na quarta-feira por ter ficado constrangida e com medo de que ele recebesse uma punição do Corpo de Bombeiros. "Dependendo do comandante dele, ele poderia ser responsabilizado por aquilo, já que estava a trabalho. Eu queria cavar um buraco e entrar dentro dele naquela hora", brincou Dayane.

A funcionária da Record estava em um link sobre um incêndio que atingiu algumas casas na cidade paranaense. Coincidentemente, ela entrevistava o namorado, bombeiro que atendia a ocorrência. "Ele não teve o feeling para escolher o melhor momento de fazer aquilo. Podia ter combinado uma coisa melhor com a produção, não logo após falarmos sobre uma família que perdeu tudo no fogo", completou. 

A jornalista namora o bombeiro há um ano e meio. "Minha intenção não era nem namorar, mas as coisas foram acontecendo e ele é um cara muito bacana. Eu não queria casar, mas é aquilo, ou você casa ou você perde o bofe, né?", ressaltou ela. 

Questionada sobre ter se sentido pressionada para aceitar, Dayane disse que preferia que tivesse sido de outra forma. "Devia ter inventado uma matéria qualquer no quartel [de bombeiros], tipo um treinamento e aí ele me surpreendia lá", sugeriu a repórter. "Lógico que teve uma pressão, então eu vou aceitar, né? Estão me metralhando na internet", declarou a noiva, aos risos. 

Entenda o caso

Durante o Cidade Alerta Londrina de quarta-feira (8), o soldado Wellington Fialho surpreendeu a namorada. "Dayane, você é acostumada a fazer perguntas e agora eu quero fazer uma para você. Você aceita se casar comigo?", perguntou o militar, que chegou a se ajoelhar e abrir uma caixa de alianças para ela.

Visivelmente sem graça e nervosa, a jornalista deu risada. "Isso aqui é uma coisa meio complicada, vamos para lá", reagiu. O apresentador Giuliano Marcos interrompeu o momento constrangedor para explicar aos telespectadores a situação. "O Fialho é o namorado da Dayane, a gente conhece ele faz tempo. E a gente até brincava aqui nos bastidores sobre isso", improvisou o titular. 

"Eu não imaginei que ele fosse pedir ela em casamento agora. Estou surpreso. E eu vou querer a resposta, todo mundo de casa quer", completou Marcos. 

Na sequência, o link voltou para o casal e Dayane alegou que é uma moça de família ainda, então ele teria que pedir autorização para o pai dela primeiro. "Seguinte, o soldado tem que ir embora, porque senão a situação vai ficar pior ainda para ele. Ele vai ter que pedir minha mão para o seu Vandemir, o meu pai em casa, fazer tudo certinho como manda o figurino. Está respondido", disse a jornalista. 

"Está feito, está combinado. Aguardem os próximos capítulos", respondeu o bombeiro, também sem graça.

Confira a primeira vez que o bombeiro pediu a repórter em casamento:

Confira um registro do casal publicado no Instagram de Dayane:

TUDO SOBRE

Record

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?