Chapa Quente

Após Adnet, Tatá e Calabresa, Globo aposta no ex-MTV Paulinho Serra

Tatá Barreto/TV Globo

Paulinho Serra em gravação de Chapa Quente, série que vai substituir A Grande Família na Globo - Tatá Barreto/TV Globo

Paulinho Serra em gravação de Chapa Quente, série que vai substituir A Grande Família na Globo

DANIEL CASTRO - Publicado em 25/03/2015, às 09h19

Há uma nova geração formada na MTV brilhando na tela da Globo. Depois de Marcelo Adnet e Tatá Werneck e da já festejada contratação de Dani Calabresa, a emissora aposta agora em Paulinho Serra, 37 anos. Formando no mesmo grupo de humor de Tatá, o Deznecessários, Serra será um típico malandro carioca em Chapa Quente, seriado de humor estreia no próximo dia 9 com a missão de substituir A Grande Família. A produção reunirá as duas maiores bilheterias atuais do cinema nacional: Leandro Hassum e Ingrid Guimarães. 

Serra dará vida a Marreta, companheiro de aventuras de Genésio, personagem de Hassum. Genésio será um desempregado profissional, e Marreta sempre aparecerá com um plano para ganhar um dinheiro fácil. "Ele é meio inspirado em Bezerra da Silva. Tem o jeito, a vestimenta, os óculos, o cordão de ouro falso do Bezerra da Silva", diz, citando o compositor e cantor morto em 2005, representante do partido-alto, precursor do pagode.

Serra passou pelo Pânico, em 2007, e pelo SBT (Famoso Quem?, em 2013), mas deixou sua marca mesmo foi no Quinta Categoria e no Comédia MTV. Também atuou em duas novelas da Globo (Duas Caras e Além do Horizonte), em participações discretas, tanto que considera Chapa Quente a sua estreia na emissora. Estava contratado pelo Multishow, para fazer Trair e Coçar, quando foi convocado pela Globo.

"Chapa Quente é um produto que eu sempre sonhei. A produção é pequena, você vê as mesmas pessoas todos os dias, tem mais a cara da MTV. E tem um humor politicamente incorreto, uma pegada mais ousada. Os cenários lembram os de Breaking Bad", conta.

Escrita por Cláudio Paiva (TV Pirata, Sai de Baixo, A Grande Família) e dirigida por José Alvarenga Jr. (Os Normais, O Caçador), Chapa Quente se passa em São Gonçalo, município da região metropolitana do Rio de Janeiro. Seu principal cenário é o salão de cabeleireiros de Marlene (Ingrid Guimarães), mulher de Genésio. No salão, trabalha Fran (Tiago Abravanel), um cabeleireiro afetado que não se conforma de ter perdido o emprego na Globo por causa de um trabalho malsucedido nos cabelos de uma famosa atriz _a referência é Susana Vieira, mas ela não será citada.

Serra vê alguns paralelos entre Chapa Quente (o nome vem do salão de cabeleireiros, mas também do calor; todos estão sempre suados) e A Grande Família. Além da ambientação no subúrbio, há semelhança na estrutura e no perfil de alguns personagens. Marreta seria o equivalente a Paulão (Evandro Mesquita) e Genésio, a Agostinho Carrara (Pedro Cardoso). "Mal comparando, o Marreta seria o comparsa do Agostinho", diz. Lúcio Mauro Filho, o Tuco de A Grande Família, também está na série, que mesmo antes de estrear já deve confirmar uma segunda temporada, ainda neste ano.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você achou justa a eliminação de Fábio Alano do BBB19?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook